Somos um Fórum de RPG, focado em D&D, porém com sistema mais aberto. Criação de personagem e raças completamente customizáveis!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Capítulo 1: Os contos que são reais

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 848
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
260/260  (260/260)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   10/09/18, 11:11 pm

Depois de alguns breves minutos, Amiri saiu do banheiro, ainda corada de vergonha, e agora vestindo um pijama rosa claro com desenhos de ursinhos coloridos, algo bem infantil para alguém que ele poderia dizer ter por volta dos vinte anos. Ela o olhava irritada com as bochechas estufadas e fazendo fico, porém sua expressão era muito mais fofa do que intimidadora. - Nee-san saiu pela janela do banheiro... - Ela olhava irritada ainda, passando os olhos pelo morceguinho de pelúcia. - E ainda grudou fita adesiva no meu bebê! - Completou ela pegando o bichinho de pelúcia e tirando os restos de fita adesiva de suas asinhas. Ela pareceria bem uma criança vestida daquele jeito e ainda mais com aquela pelúcia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 175
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
290/290  (290/290)
SP SP:
110/110  (110/110)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   11/09/18, 12:09 pm

Depois de me desculpar pra ela a olhei e agora vestia um pijama de ursinhos coloridos... "Kawaii..." Ela não parecia ter 20 anos usando aquilo, mas diferente da irmã, ela era mais fofinha e a outra mais hentai. Ela não conseguia ser assustadora com suas feições irritadas, estava mais apertável... -Eto... Como assim saiu pela janela? -Perguntei com uma gota na cabeça, ela me chamava pra lá e pulava pela janela? Suspirei sem saco pra brincar de gato e rato ou algo parecido e voltei a fitar a garota à frente. -Honto gomen ne. Está e sentindo melhor depois da visão? -Perguntei, afinal ela sumiu antes de me falar da missão por estar cansada da tal visão que teve comigo. -Precisava falar contigo sobre a missão. -Comentei esperando que ela explicasse o que era pra ser feito. Muito provavelmente teria que fazê-la amanha... Mas eu não sabia a hora, eles não tinham relógio? Achei que teriam muitos, afinal o sol era o maior inimigo ali...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 848
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
260/260  (260/260)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   11/09/18, 01:34 pm

- Ela disse que ia fazer algo... - Comentou ainda olhando bicuda para ele, mas aos poucos desfazendo a expressão irritadiça conforme terminava de limpar o bichinho de pelúcia. - Nee-san gosta de aprontar... Tudo bem... Só tenha cuidado com as artimanhas dela. - Mesmo ainda com vergonha ela o desculpou, e foi até a cama sentar-se. - Nee-san disse que falou com você sobre isso, ela disse o nome do alvo, essa aqui é a foto dele. - Ela prontamente se esticaria até o criado-mundo e da gaveta tiraria uma foto do mesmo Joe que ajudara-o naquela noite. - Seria perigoso sair gora para aquela parte da cidade, são quase 4 da manhã, logo o sol nascerá. - Explicou ela sentada em seiza com as pernas juntas em cima da cama e com o morceguinho de pelúcia em seu colo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 175
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
290/290  (290/290)
SP SP:
110/110  (110/110)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   11/09/18, 02:02 pm

-Hum... -Ouviu a resposta dela sobre a irmã e voltei a ficar quieto. Ela parecia desfazer o bico enquanto tirava o colante do ursinho. -Me lembrarei disso... A geladeira foi reabastecida, só pra avisar. -Comentei enquanto me levantava. Ela comentou que Alice havia lhe dito que tinham conversado sobre minha missão e me entregou uma foto dele. Realmente era o Joe, o mesmo que me ajudou lá. -É, ela comentou. -Disse devolvendo a foto. -Não preciso levar a foto, tenho boa memória. -Afirmei, fora que seria perigoso ter uma foto dele, caso ele acabasse vendo. -É só isso? Observá-lo? -Perguntei um tanto sem informação e suspirei. -Sua irmã me contou um pouco sobre os grupos de vampiros... Toreador, Bushi, Anarquistas... Teriam outros? -Perguntei querendo saber mais sobre aquilo, afinal seria difícil observar alguém sem saber o básico. -S-se tiver um livro também ajuda. -Comentei caso ela não tivesse tempo pra aquilo ou quisesse dormir, afinal sua irmã ficou irritadiça com tantas perguntas e resmungou não ser minha sire, mas ela parecia ser mais amigável.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 848
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
260/260  (260/260)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   11/09/18, 03:04 pm

- Hum... Entendo... - Disse ela o olhando, sem maquiagem ela poderia parecer muito mais com a irmã, porém seu rosto refletia certa inocência, bem ausente na outra. - Toreador é um dos Clãs, somos em treze atualmente... Clãs quer dizer... Cada clã é descendente de um vampiro ancião, um Antediluviano... Agora Bushi dizem ser uma linhagem, não se sabe se são descendentes de algum outro clã, mas eram abundantes no Japão, tinham sua própria organização... A Camarilla tomou territórios deles e isso começou uma guerra... Os Anarquistas querem que a Camarilla pare e devolva o que tomou... A perdão... A Camarilla e os Anarquistas são Seitas... São como grupos políticos... Sabe, como os dos humanos... Eu não tenho muitos livros, mas conheço alguém que tem... Nome dela é Marie... Ela é Cria de um dos Xerifes de Toyko. - Ela era prestativa, muito diferente da irmã, não relutando em ajudar e explicar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 175
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
290/290  (290/290)
SP SP:
110/110  (110/110)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   11/09/18, 09:03 pm

Ela estava mais calma e olhando bem, seu rosto sem as maquiagens além de bem parecido com o de Alice, era bem inocente, algo que a outra não tinha. Ela aceitou me explicar melhor tudo aquilo e fiquei quieto ouvindo atentamente. Treze clãs?! Cara, isso é vampiro pra dar e vender! Então... Por assim dizer cada clã tinha seu líder, que foi o que originou os outros. E por causa desse líder diferente cada clã tinha poderes próprios. Interessante... Muito provavelmente não só poderes, mas pelo que Alice disse, costumes e cultura também... Ela começou a falar de bushi, então era desconhecido... -Se o bushi for uma linhagem, seria referente a que clã? -Perguntei interessado naquilo, se havia um clã japonês então teria um nome. Pelo que percebi a guerra iniciou com a Camarilla tomando territórios... E os Anarquistas querem o que é deles de volta, justo... -Entendi... -Agora a pergunta do Joe fazia sentido... Principalmente se ele era Anarquista. E também o fato dele dizer que não fazia parte daqueles que estavam lá dentro, e quando cuspiu ao falar do príncipe. -Marie? Xerife? Ainda existe xerife? -Cara, que surpresa isso! -Onde os encontro? -Perguntei pra ela se tivesse como, seria muito bom estudar enquanto faço a missão. Agora, por que uma quer tomar território da outra? Além disso, se meu Sire era Anarquista como Alice disse que os bushis eram, justificava o porque da morte política... Ainda mais se ele for importante de algum modo. Agora outra pergunta que eu tinha era, por que aquele outro vampiro "brigou" pela minha vida? -E por que a Camarilla tomou o território deles? -Perguntei ainda curioso. Parecia aquelas histórias que vemos em cinema! Mas real.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 848
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
260/260  (260/260)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   11/09/18, 11:37 pm



- Eto...Se não em engano os japoneses chamam eles de Kyuketsuki... Há rumores que sejam relacionados com os Gangrel... - Amiri estava pensativa, falando a respeito dos Bushi. - O Xerife?? Ele é um dos servos do Príncipe, é obrigação do Xerife fazer as leis da Camarilla valerem, ele é como um policial mesmo, só que tem permissão para matar ou apreender qualquer Kindred que desafie a Camarilla, principalmente a Máscara. - Explicou a princípio. - O Xerife fica normalmente num área em particular... O domínio dele é próximo ao Tokyo Dome. - Ela era tão prestativa que fazia a irmã mais velha parecer uma completa estranha, até que sua pergunta final a fez ficar apreensiva. - Domínio da Ásia... Estamos em guerra com outros seres que habitam o Japão e a China...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 175
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
290/290  (290/290)
SP SP:
110/110  (110/110)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   12/09/18, 12:17 am

Ela falava um pouco difícil, não sabia o que era Gangrel, talvez um clã, mas era difícil entender sem saber como eram. -Kyuketsuki? -Quase cai no chão. -Que nome mais... Normal. -Disse rindo de leve com aquilo, fora uma surpresa. Ela disse sobre o xerife, o que ele representava e fiquei pensativo. Ela dava outro detalhe, a máscara, algo que ainda não tinha ouvido... -Hum, passarei lá depois pra ver se ele me empresta um livro... Quem sabe... -Falei ficando um pouco sem graça por estar fazendo milhões de perguntas. Ela pareceu ficar apreensiva com minha ultima pergunta, mas respondeu brevemente. -Hum... Ao meu ver isso é criar mais inimigos. -Disse pensativo quanto aquele plano de dominar a Ásia. E permaneci quieto por alguns segundos... -Você já está nessa nova vida á muito tempo? -Mudei o tipo de pergunta pra algo pessoal, tentava entender ainda como aquilo tudo funcionava. -Esse tal de Arata mora onde? Queria agradecer ele pelo resultado do meu "julgamento" -Falei fazendo sinal de aspas com as mãos ao falar tal palavra. Fora que era de minha cultura esse tipo de tratamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 848
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
260/260  (260/260)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   12/09/18, 01:06 am

Ela corou ao ouvir a primeira pergunta, de tal forma que corou assim como quando ele a viu nua, porém ela não gritava agora, apenas abaixou a cabeça e falou bem baixinho sua resposta. - Eu nasci em 1975... Fui Abraçada 20 anos depois... - Ele não teria problemas em ouvir o que ela dizia, afirmando que teria por volta dos quarenta e três anos de idade, apesar da aparência de seus vinte anos. - Kagami Arata... É perigoso ir vê-lo... O Príncipe deve ter agentes próximos para te vigiar... Por favor evite outros Anarquistas até terminar sua missão! - Ela pareceu quebrar o transe de vergonha ao ouvir a segunda pergunta, rapidamente levantando e segurando a mão de Masako com suas duas. - Gomenasai... Eu... Sou infantil e inconveniente demais... Deve achar Nee-san uma companhia melhor... - Ela então soltaria a mão dele, sentando-se na beira da cama em forma de coração, agarrando o morceguinho de pelúcia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 175
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
290/290  (290/290)
SP SP:
110/110  (110/110)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   12/09/18, 01:04 pm

Ela corou como no banheiro e fiquei sem graça. -Ah... N-não precisa responder. -Comentei ao ver como ela ficou sem graça com a pergunta, era só curiosidade, mas mesmo assim ela respondeu, me deixando surpreso. -Oh... Sugee! -Falei por impulso assim que fiz as contas da idade dela. Ela acabou não respondendo bem minha outra pergunta, mas deu um aviso que me deixou um pouco tenso. Agentes? Bem, era meio óbvio e eu não tinha pensado nisso. -Ele é Anarquista? Achei que só tivessem gente da Camarilla lá. -Comentei surpreso pelo fato, mas sabendo disso agora era entendível o motivo dele ficar irritado lá... Então Joe e ele são Anarquistas... Talvez tivessem interesse em mim por conta do meu sire ou do meu clã... Só ai reparei que ela segurava minha mão, parecia que ela tinha impulsos, da mesma forma que quando surtei lá embaixo com o barulho ela segurou em meu rosto. A olhei sério enquanto ela pedia desculpas, se explicando e se isolando. -Se quer saber... Sua irmã é como... Um soco na minha cara. Não estou acostumado com investidas do nada, não dá pra esquecer uma cultura de uma vida do dia pra noite só porque me tornei diferente... -Comentei me aproximando dela e sentando ao seu lado da cama. -É diferente o jeito que ela me provoca, eu gosto mais das inocentes. -Ela era como minha... Ex? Não sabia o que éramos, mas provavelmente havíamos terminado lá. O que me encantava na Misaki era exatamente isso, ela era inocente e me provocava de outra forma, mas nunca tínhamos feito nada. -Admiro que tenha conseguido manter-se assim tanto tempo transformada, como uma pureza... -Ela não podia estar fingindo aquilo, ela parecia bem espontânea quando cheguei e até ali. Segurei seu rosto pra me olhar enquanto falava aquilo. -Além disso, teve paciência em me explicar muita coisa. -Comentaria sorrindo. -Você é bonita Amiri-san, e sua infantilidade não é um ponto negativo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 848
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
260/260  (260/260)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   12/09/18, 01:53 pm



Ela ficou longos segundos quieta com as faces rubras e olhando de olhos arregalados para ele, encolhendo-se um pouco e se afastando um pouquinho ainda sentada. - Eu não sou tão inocente... - Murmurou ela com um tom baixo, e triste. - Eu já fui obrigada a tirar a vida de outros... - Então ela apertou firme o morceguinho em um abraço. - Nee-san... - Continuou ela com a voz um tanto embargada. - Eu ataquei ela... A Abracei sem que ela desejasse porque não queria que ela morresse... Acho que as visões são a maneira de Deus me punir por ter feito isso com ela... - A revelação poderia ser um choque, ela mantinha a cabeça baixa e parecia ter começado a chorar. - Você deveria fugir... Masako-kun... Deixar essa cidade... Viver longe da Camarilla... De tudo isso... Nós só destruímos tudo o que tocamos... O menino de cabelos brancos... Vocês dois tem mais do que Misaki em comum... - Ela então se deitaria em posição fetal na cama, afastada de Masako, ainda agarrada ao bichinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 175
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
290/290  (290/290)
SP SP:
110/110  (110/110)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   12/09/18, 02:59 pm

Ela ficou surpresa e calada durante alguns segundos, mas se afastou levemente iniciando contar algo. -Ser obrigada não quer dizer que queria fazer isso. -Respondi quase imediatamente e quando ela disse da irmã... Foi realmente um choque, mas quem não faria o mesmo tendo a possibilidade de dar a imortalidade pra alguém querido? -Acho que você fez o que qualquer um no seu lugar faria... Eu vejo isso como uma chance de você se perdoar pelo ataque que fez a ela. Eu não conheço vocês bem e só tive um dia nessa vida, mas não acho que ela tenha raiva de ser o que é. -Disse depois dela deitar e de dizer que eu podia fugir daquilo tudo. -E dá pra fugir? -Perguntei não como se tivesse aceitando fugir, mas como se não acreditasse naquela possibilidade. -Pode ser que eu tenha muito em comum com ele, mas se refere-se a eu me aliar a eles, é impossível. Ele jamais me ouviria e já jurou me matar quando me ver de novo. -Falei não que eu fosse me aliar algum dia com ele. -Suas visões podem ser uma forma de mostrar o que não fazer ou o que fazer... Pra ajudar alguém, quem sabe... -Ela não tinha visões só da irmã, ela teve visões de mim, então poderia usar pra ajudar os outros. Se ela sabia do tigrinho, então ela viu também, assim como Alice. -Sua irmã não viu o tigre... Mas você viu, ou ela te contou? -Perguntei pensativo com aquilo, afinal Amiri não tinha como saber de algo onde ela não estava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 848
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
260/260  (260/260)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   12/09/18, 04:17 pm



Amiri permanecia quieta, sem falar nada, até que Masako ouviria a voz de Alice. - Para de fazer cu doce garota, você quer ele não quer? - Masako poderia procurar o quanto quisesse por Alice ali, e não a encontraria. - Não fale essas coisas, você não me entende... - Amiri desataria a chorar mais, chegando a soluçar e se abraçar bem forte com o morceguinho. - Fica usando essas roupas ridículas, brincando com pelúcias, cresce garota! Tem idade pra ser a mãe dele, podia ao menos se comportar como uma mulher e não uma menininha! - A voz de Alice voltava a se pronunciar, e mesmo com seus sentidos aguçados, Masako poderia achar que ela vinha de mais de um lugar ao mesmo tempo. - Eu não quero fazer as coisas que você faz! Eu não sou assim! - Amiri estava completamente desconsolada, suas lágrimas vertiam sem parar. - Claro que quer, quantas vezes você não sentiu isso e ficou toda envergonhadinha, sua sonsa!? Não quer que ele saiba o quão foi gostoso pra você mais cedo? - Alice gargalhava e nesse momento ele poderia saber exatamente de onde a voz dela vinha... De Amiri... Num misto de tristeza profunda e uma gargalhada insana, ela ria com a voz de Alice enquanto chorava sem falar, até que arremessou o morceguinho para o outro lado do quarto. - Meu Bebê!! - Exclamou a mais nova pulando da cama para buscar o bichinho. - Fica na sua!! - Exclamaria Alice dando um tapa estralado em si mesma, deixando a marca da mão, e então soltando o morceguinho. - Cansei dessa putaria... - Ela então iria até uma penteadeira, de onde tiraria um revólver calibre 38. - Hora de dizer tchau, maninha... - Ela então pontaria o revólver para a própria cabeça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 175
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
290/290  (290/290)
SP SP:
110/110  (110/110)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   12/09/18, 04:49 pm

Estávamos conversando normalmente até a voz de Alice se pronunciar no quarto, me fazendo procura-la com os olhos. Não a via ali, onde ela estava afinal? Amiri parecia ficar mais amuada ainda com o que a irmã falava e eu continuava tentando encontrá-la, mas a cada frase dela eu percebia que sua voz vinha de todos os lugares... Estava de sacanagem né? Elas brigavam quanto ao que gostavam ou não de fazer, até que finalmente achei onde Alice estava... Em Amiri? Fiquei mais confuso que antes, e a briga ficou mais séria, sendo que Amiri chorava e ria insanamente. -Eto... -Foi disso que Joe disse? Sobre maluca...? Ela arremessou o morcego pro lado e foi pegar ele de volta, mas parou se dando tapas. Era de fato uma cena que eu não sabia como proceder e fiquei um pouco abobado olhando como aquilo desenrolava. Alice tomou o controle e se moveu até a penteadeira, retirando de lá uma arma e apontando pra própria cabeça. Nesse momento não pensei duas vezes e tentei desarmá-la. -Otsukenasai! Não é assim que vai se entender! -Falei atônito com aquilo tudo. Fora que ela não morreria com uma arma, né? Nem eu sabia o que estava falando, não sabia o que responder a elas, como fazê-las parar de brigar. -Já estão juntas a tanto tempo e não aprenderam a conviver uma com a outra? A respeitar? Uma quer transar a outra não, uma é fofinha e a outra sensual, respeitem-se. -Falei tentando segurá-la firme até se acalmar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 848
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
260/260  (260/260)

MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   12/09/18, 10:43 pm



- Otsuke dato?! - Retrucou Alice furiosa. - Não precisa fazer nada de ruim Nee-san, por favor não machuque o Masako-kun. - Implorou Amiri aos prantos. - Essa imbecil não quer lutar pela vida dela agora, mas não pensou duas vezes antes de me matar e depois ficar chorando porque me Abraçou! - Exclamou Alice tirando a trava da pistola e a colocando bem em cima da têmpora direita. - E-eu... - Choramingou Amiri embargada em lágrimas. - E você acha que se resume a algo simples, garoto?! - Indagou Alice agora apontando a arma para Masako. - Ie!! - Gritou Amiri segurando com a mão esquerda a mão direita de Alice, tentando fazê-la soltar a arma. - Quer saber a história real?! Ela me matou, simples!! Eu existo assim por causa dela! Ela não aceita isso! Eu disse milhares de vezes para cair a ficha nessa cabecinha oca, mas tudo o que ela quer é se fingir de vítima e inocente, para ficar vivendo uma sombra da vida humana dela! - Desabafou Alice enquanto as duas continuavam a brigar pelo controle da arma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Os contos que são reais   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Capítulo 1: Os contos que são reais
Voltar ao Topo 
Página 6 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» [Recrutamento] Seeking Online - Capítulo 1: Aurora e Pecado
» Bleach - Shinigami Saga - Capítulo 1 (Tópico de jogo)
» Capítulo 2 - Uma Noite na Taverna
» [Apresentação] Singela Dualidade - Capítulo I
» Capítulo 1: Caminhos Cruzados

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Multiverso da Fantasia RPG :: Mundos RPG :: RPG - Ningenkai :: Onúris :: Aventuras Completas-
Ir para: