Somos um Fórum de RPG, focado em D&D, porém com sistema mais aberto. Criação de personagem e raças completamente customizáveis!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 A Entrada da Catedral

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Onúris
Boss
Boss
Onúris

Mensagens : 1397
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
HP HP:
A Entrada da Catedral - Página 2 JJXZErR640/640A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (640/640)
SP SP:
A Entrada da Catedral - Página 2 I1VDEPa560/670A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (560/670)
Itens de Evento:

A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime13/12/18, 03:04 pm



- Está perguntando isso pro cara errado... Eu estou na mesma que vocês, fui chamado de supetão para fazer o serviço, quem talvez saiba de outros detalhes é o Crowley... Sobre as recompensas, dinheiro equivalente a quantos matarmos e o que conseguirmos recuperar de informação... Eu estou aqui por esporte, vim matar quantos eu puder, só isso... A marca... Não existe outra igual, e mesmo que existisse, você não ia querer... - Dean respondia primeiramente a Clint, logo que terminasse de falar inclusive, seus olhos ficariam completamente negros, o que todos ali poderiam reconhecer como um sinal evidente de um ser demoníaco. - Se querem andar de mãozinhas dadas ou cada um por si é com vocês, não esperem que eu volte pra pegar alguém que ficou pra trás ou caiu numa armadilha. - O demônio em potencial falou de forma ríspida mais uma vez, agora estacionando o carro próximo à dita obra. - No porta malas tem estacas de madeira, seringas com sangue de homem morto e verbena diluída, é quem não tiver um facão tem um sobrando... Três estacas e cinco seringas pra cada um... Acertem o coração com a estaca e vão paralisar eles... Acertem a seringa em qualquer parte do corpo e vai dopar eles... Quem não tiver uma lâmina pega o facão... Decapitação é a forma mais rápida de matar... Eu abro caminho e vocês seguem, lá dentro a gente vê para onde vai... Crowley já deve estar lá dentro... Bora. - Conforme desligava o motor e saia do veículo, Dean explicava outros pormenores da missão, e dizia quais equipamentos seriam fornecidos. Ele também abriria o porta-malas mostrando tudo o que explicara, deixando que se armassem. O rapaz por sua vez pegou uma espada deita de ossos de dentro do porta-malas, a empunhando enquanto a marca em seu braço brilhava por menos de um segundo.


A Entrada da Catedral - Página 2 B3MWWWM4


Assim que estivessem todos prontos, Dean fecharia o porta-malas e poderiam adentrar na obra, tudo corria normalmente, e lá na obra rodeado por pilhas de cinzas, estava Crowley. - Pensei que iam perder a festa. - Disse ele com um ar jocoso. - Quantos? - Indagou Dean a ele. - Quinze... Os que eu achei é claro... Não consegui ir muito adentro, eles protegeram com sigilos. - Respondeu o padre apontando com uma lâmina prateada que jazia em sua mão para as pilhas de cinzas. - Incrível... - Resmungou Dean batendo de ombro com Crowley, praticamente dando um said a frente nele conforme seguia obra adentro.


A Entrada da Catedral - Página 2 8e25eab108b4d4ffebda220291e48dc78eaa4e90_hq


Conforme seguissem Dean veriam que a obra parecia normal, haviam algumas ferramentas, materiais de construção, e é claro diversas pilhas de cinzas, além de que poderiam notar Crowley rindo ou fazendo caras e bocas conforme olhava para as pilhas. - Neófitos são divertidos, tanta sede de sangue e tão pouca habilidade... - Comentaria o padre rindo brevemente.




Uma vez mais adentro finalmente chegariam a uma escadaria de pedra, e esta levando para o subsolo, entretanto para alguns aquele proximidade com o subsolo causaria um certo efeito. Todos sentiriam um odor forte de sangue, mas seria Masako e Shanoa os mais afetados. Masako sentiria a boca salivar e um certo incômodo na garganta e no estômago, como se por alguma razão sentisse Sede. Shanoa por outro lado não só sentiria o mesmo que Masako, como que ficaria com as penas bambas, precisando de ajuda para manter-se de pé. -  Eu te seguro, doçura... - Diria Crowley sorrindo para Shanoa, enquanto a ajudava a ficar de pé. Descendo mais eles chegariam ao subsolo de fato, uma galeria de túneis com plataformas de concreto, similar a uma galeria de esgoto antiga, porém ao invés de água, havia sangue circulando ali. O sangue era viscoso e com um cheiro absurdamente fresco, e parecia mover-se tal qual um rio. A galeria teria um caminho reto e então uma bifurcação, à direita era para onde o sangue fluía, e à esquerda era de onde vinha. O local tinha uma iluminação baixa, porém artificial, composta de lâmpadas presas a cabeamentos elétricos simples e externos às paredes que eram de pedra com calcário marrom.


A Entrada da Catedral - Página 2 2656536
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anuar Mubarak
Membros
Membros
Anuar Mubarak

Mensagens : 342
Localização : Em qualquer lugar...

Ficha do Personagem
HP HP:
A Entrada da Catedral - Página 2 JJXZErR520/520A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (520/520)
SP SP:
A Entrada da Catedral - Página 2 I1VDEPa277/580A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (277/580)
Itens de Evento:

A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime13/12/18, 08:11 pm

Clint escutaria tudo que tinha pra ouvir e ainda iria sorri de forma tranquila para os dizeres de Dean, gostou do que ouviu dos outros 3 do grupo, ficou em silencio e saiu do carro, ficou refletindo no que estava a procura e chegou em uma conclusão, quando isso aconteceu o mesmo até parou de andar e olhou fixamente para Dean, seu controle de emoções falhou miseravelmente ao se deparar com algo que poderia ser a mais cruel realidade, as mentiras, o jeito desleixado tudo era apenas uma faceta, o que tinha pensado antes fazia mais sentido ainda e depreende para não chamar a atenção para si o mesmo guardava as outras duas lanterna que sobraram, ficando com 3 no total, olhava agora para o mapa para recuperar um certo folego após a bomba de consciência que acabou de obter e encarou com mais seriedade o que estava por vir, decorou assim como o mapa e guardou também já na mochila, se preparou com 3 estacas e 5 seringas, arrumou sua armadura para o combate, ajeitou a mochila nas costas, iria ficar com uma lanterna em uma mão e uma estaca na outra, já estava sem os óculos mas colocou uma máscara em sua cabeça. Ainda de sobretudo, antes de prosseguir Clint se aproxima de Dean e diz para ele, com o dom normal de sempre, voltando a ter o controle absoluto de suas emoções após refletir rapidamente sobre muitas coisas.

A Entrada da Catedral - Página 2 250?cb=20180713185852

- Obrigado por ser tão sincero Dean, pergunto algo depois para o Padre, destruição final de vampiros e informações ok, sobre a Marca.. por que a certeza que eu não ia querer?

Quando todos estavam indo o padre que tinha sumido reaparece, nesse momento falando sobre sigilo que Clint faria questão de tentar descobrir sobre, iria usar seus instintos para tentar averiguar sobre as cinzas e se Crowley ainda estava com cheiro de ovo podre.

Na descida era visível que a garota que estava no grupo se sentiu mal, Clint queria certezas mas cada passo de cada vez, se preocupou mais em ficar em alerta do que vigiar seus aliados momentâneos, ao reparar ao sangue que mais parecia um rio tratou de ficar um pouco mais no centro da plataforma e por último em uma fila que iria se formar automaticamente, na bifurcação era a hora de ver as estratégias de divisão citada por outros integrantes antes da descida, quem iria para qual lado, nesse momento abusando de todos seus sentidos aguçados para não ser pego desprevenidos por ninguém, iria lentamente caminhando ate parar de andar, realmente queria ver como o pessoal da frente iria se dividir. Agora em defensiva.


“Se o plano dele é abrir caminho o mesmo vai escolher um lado, nesse momento vai ter uma certe resolução se todos vão atrás dele ou não, preciso disso para fazer meu movimento ousado kkkkkk, realmente essa missão acaba de subir de categoria, a união de seres sobrenaturais diferentes com um proposito em comum, realmente falta explicação pra tudo aqui, o mais sensato seria ir embora e se esconder mesmo dos olhos dessa Pentex, mas se quero minhas respostas preciso passar por essa vivo.. vamos ver o que acontece”




Habilidades Usadas:
 

Vantagens Usadas:
 

capacidades usadas:
 

números de ações de combate:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/watch?v=jX8RTjUUcLE&index=2&list
Masako Sun
Membros
Membros
Masako Sun

Mensagens : 280
Localização : Japão

Ficha do Personagem
HP HP:
A Entrada da Catedral - Página 2 JJXZErR390/390A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (390/390)
SP SP:
A Entrada da Catedral - Página 2 I1VDEPa350/350A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (350/350)
Itens de Evento:

A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime14/12/18, 12:34 am



Estranho... O suposto cara que deveria saber mais que nós também não sabia de nada. Ou ele escondia algo... O fato dele ter aquela marca já significava que era bom eu ficar de olho nele e tomar cuidado. Clint certamente era louco por querer ter uma maldição como aquela, se era realmente tudo o que já leu, visto que só existia uma e sua aparição tinha séculos de idade. Os olhos de Dean ficaram completamente negros, e além disso, novamente o cheiro de ovo podre. Então ele e o padre eram semelhantes, demônios! Mas era provável que Dean fosse mais tenso que o padre, por causa da marca. Ele era bem direto, não que eu me importasse com aquele fato, mas ao menos já deixou claro pra não dependermos dele ou esperarmos que ele nos ajudará caso precisemos.

Finalmente chegamos no nosso ponto de desembarque para entrar no local da missão, ele estacionava o carro e comentava sobre o porta malas. Ele estava preparado pra matar vampiros, com estacas, verbana e sangue de morto Eca... Peguei o que era referente a mim pegar, cinco seringas e três estacas. Já tinha minha katana pra fazer o resto do trabalho, pode isso não peguei o facão. Por alguma razão não gostei nada da faca de Dean, sendo ela de osso, e claro, a marca brilhou levemente. Era assustador aquilo, mas deixei que ele fosse na frente junto com Clint e fui em seguida, seguindo-os. Clint não pareceu satisfeito com a resposta anterior de Dean, lhe perguntando novamente sobre a marca. Por que razão afinal ele iria querer aquela maldição? Era assunto dele, mas era bom saber se mais alguém levaria aquela coisa consigo. Fora que, depois da missão, teria que relatar tudo, então quanto mais coisas importantes saber, melhor. Entramos todos na obra, e lá o padre estava cercado por cinzas e eu sabia bem que cinzas eram aquelas. Vampiros mortos. Não podia dizer que era algo legal de se ver, visto que eu também era um vampiro, mas... Teria que me acostumar com aquele tipo de missão se quisesse ser o braço direito de minha Sire, e não só isso como também sua lâmina. -Sigilos? - Perguntei só pra ter a certeza do que seria os tais sigilos. Segui atrás de Clint, adentrando na obra, que parecia mais normal do que esperava, com ferramentas espalhadas. O padre parecia gostar do que fez anteriormente, não que eu ligasse muito pra isso. Fora que eu era um Neófito, o que acabou sendo um insulto ignorado.

Seguimos pra uma escadaria de pedra que descia para o subsolo, mas ali a coisa parecia piorar, sentindo o forte cheiro de sangue, que me faria tampar o nariz e a boca por alguns segundos pra me controlar, contudo, ainda sim, me fazendo sentir sede como se minha garganta estivesse seca e água na boca. Olhei pra Shanoa assim que o padre disse algo, ela também sentiu o efeito daquilo, porém pior que eu, o que me fazia pensar... Ela era uma Neófita também? Parei de respirar, já que aquele movimento não me faria falta e usaria dos outros sentidos pra não ser pego desprevenido. Descíamos mais, até chegarmos numa galeria de túneis com plataformas de concreto, como antigamente, contudo no lugar da água havia sangue... Eles eram loucos? Quantas pessoas eles mataram pra tudo aquilo? Não olhei muito pra não piorar aquele estado e foquei na visão do horizonte. Andamos ali até encontrarmos uma bifurcação. Haviam duas direções, uma era pra onde o rio de sangue ia, e a outra era de onde ele vinha. Certamente à esquerda deveria ser uma câmara onde eles tiravam o sangue das pessoas? Aquilo era doente... Eu não queria ir pra esquerda, mas eu não sabia bem o que de fato teria na direita pra decidir.

Conhecimentos:
 

Vantagens:
 

Ações escreveu:
Todas: Esquivas
Possíveis contra-ataques usando a katana.

Quem nunca provou o próprio sangue quando se machucava não sabe o que é ser um vampiro.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mirandowisk
Membros
Membros
Mirandowisk

Mensagens : 144
Localização : Brasil

Ficha do Personagem
HP HP:
A Entrada da Catedral - Página 2 JJXZErR230/230A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (230/230)
SP SP:
A Entrada da Catedral - Página 2 I1VDEPa420/420A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (420/420)
Itens de Evento:

A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime14/12/18, 04:05 pm

Ubirajara observava a conversa entre os outros curioso. Não demonstrava expressões, e manteve-se neutro quanto à marca de Dean. Pelo que lhe vinha na memória, não era algo muito bom. Enfim, os olhos negros de Dean fizeram ele pensar melhor no que os dois que cheiravam a ovo podre podiam representar. Não recordava a última vez que sentiu a presença de um demônio, mas assimilou as coisas com tudo que ouvira durante sua vida e concluiu que sim, se tratavam destes seres. Ele desceu do carro, logo atrás de Masako. Pegou as estacas e as seringas que lhe cabiam e as guardou, empunhando uma seringa na mão esquerda. Olhando para "O Julgamento de Gaia", como tinha sido revelado a ele, o nome de sua lança, viu que suas lâminas podiam ser suficientes para o caso de uma decapitação. - Shanoa, que tal pegar a faca? Acho que seria útil para se defender. - Sugeriria à moça, já que era a unica que ainda não tinha pego seus itens.

Notou que, ao pegar a lâmina de ossos, Dean teve sua marca brilhando por alguns instantes. Aquilo poderia significar uma forte ligação com uma arma? Refletiria para chegar a conclusão.

Seguindo um pouco a frente, viu Crowley rodeado de cinzas. Talvez ele tivesse queimado coisas. Ou seres... Conforme o homem falou, teve certeza que eram pilhas de seres, vampiros, muito provavelmente. Já a palavra "sigilos" incomodou Zaki. Era uma palavra de certa forma ameaçadora, tomando como base a situação em que estavam. Ficou aguardando que respondesse à Masako, que perguntou sobre os sigilos. Adentrando mais fundo, sentiu um cheiro de sangue no ar. Aquilo não o abalara em nada, mas notou que Shanoa não se sentiu bem. Tentaria perceber se os outros também estavam mal, ou se estava tudo certo com eles. Seguindo mais um pouco, chegaram a um local onde corria sangue. Ubirajara podia descobrir tudo sobre aquele sangue corrente, mas ao mesmo tempo que isto passou em sua cabeça, lembrou da mulher que fraquejou ao entrarem no local, e era amparada por Crowley no caminho. Talvez invocar um elemental de sangue não fosse algo tão inteligente, já que a mesma poderia ficar pior.

Acredito que, como foi da preferencia da maioria, possamos nos dividir em dois grupos. Seguirei para o lado de onde corre o sangue, aqui à esquerda. - Diria, parando no lado esquerdo da bifurcação, ainda atento para algum tipo de ataque.

Ações escreveu:

1- Analisar os outros
Restante em esquiva

Capacidades Utilizadas escreveu:

- Conhecimento - Sobrenatural - Nível 10 – 1000/MAX
- Conhecimento - Línguas - Nível 10 – 1000/MAX
- Conhecimento - Defesa Pessoal - Nível 10 – 1000/MAX
- Prática de Sobrevivência – Furtividade - Nível 10 – 1000/MAX

Vantagens escreveu:

- Instintos Selvagens
- Espírito Inabalável
- Pés de Veludo (-2 Pontos)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
Onúris

Mensagens : 1397
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
HP HP:
A Entrada da Catedral - Página 2 JJXZErR640/640A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (640/640)
SP SP:
A Entrada da Catedral - Página 2 I1VDEPa560/670A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (560/670)
Itens de Evento:

A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime17/12/18, 01:26 am



- Você já deve ter seus problemas... Cada um carrega a cruz que pode... Ou que gosta... - Responderia Dean num tom neutro para Clint, de modo que nem os olhos dele nem sua voz indicavam qualquer alteração ou emoção. - Pocahontas está certo, dividir e conquistar parece o mais divertido e produtivo... Tem alguns sigilos dos que falei lá em cima, símbolos que me impedem de passar e que podem atrapalhar, se encontrarem qualquer coisa com um pentagrama ou estrela de Davi tratem de arranhar, manchar ou rasgar, então vou poder entrar e sair livremente e isso vai adiantar o nosso lado... - Explicou Crowley que estava com Shanoa em seus braços, até que a vampira o empurrou e se jogou no rio de sangue. A moça estava transtornada, seus olhos brilhavam vermelhos e como se estivesse completamente sedente e esfomeada, tentava levar o sangue à boca com as mãos, gradativamente se debatendo e se afundando no sangue, até restar somente algumas bolhas e então o completo silêncio e uniformidade daquele líquido vermelho viscoso. - Que desperdício, daria uma excelente freira no meu convento. - Falou Crowley fazendo o sinal da cruz, e Dean revirou os olhos e suspirou irritado. - Crowley vai pra direita já que não consegue passar, eu vou na esquerda com Ubirajara. - Falou ele enquanto que Crowley fazia uma careta. - Pode deixar Fred... Quem dizer me acompanhar fique à vontade. - Diria Crowley passando adiante e seguindo para a direita. Masako poderia conter-se mais graças a sua habilidade de cortar completamente o uso de suas narinas, mas mesmo assim a sensação de sede permaneceria com ele e uma secura em sua boca. Anuar e Ubirajara poderiam notar algo diferente naquele sangue desde que Shanoa mergulhara ali, como se o sangue estivesse energizado de alguma forma, sendo que os dois poderiam ver até mesmo silhuetas similares a rostos em sua superfície, ocasionalmente. Dean seguiria para a esquerda e Crowley à direita, ficando por conta dos outros três se separarem como quisessem. O caminho à direita seria uma descida, uma escadaria de pedra com cachoeiras artificiais de sangue pelas laterais, como que num sistema de calhas. O caminho à esquerda seria uma subida, com o mesmo design de cascatas de sangue pelas laterais. Seria possível a todos ouvirem gritos de dor abafados, vindos da esquerda, enquanto que da direita poderiam ouvir um cântico, como numa espécie de oração. Seria claro para todos que Crowley se referia a símbolos usados em proteções e prisões contra demônios, especialmente quando ele falou de pentagrama e estrela de Davi, sendo fácil para a maioria identificar tais simbologias.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anuar Mubarak
Membros
Membros
Anuar Mubarak

Mensagens : 342
Localização : Em qualquer lugar...

Ficha do Personagem
HP HP:
A Entrada da Catedral - Página 2 JJXZErR520/520A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (520/520)
SP SP:
A Entrada da Catedral - Página 2 I1VDEPa277/580A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (277/580)
Itens de Evento:

A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime17/12/18, 05:28 pm

Dean novamente tenta desconversar sobre a marca, Clint novamente obtém novas certezas e soma mais achismos a sua grande lista, porem após alguns minutos de sua dedução já estava tranquilo de sua missão ali e iria executar ela com grande maestria, sabia que seus oponente seriam difíceis e estava de certa forma preparado pra isso, no momento de definição algo muito estranho acontece, a garota que seria um vampiro salta em direção do rio de sangue e permanece por la, a reação de todos do padre demônio e do portador da marca eram a mais normais possíveis, Clint também não demonstrou nada, na verdade nem conhecia mesmo essa garota, foi então quando todos iriam decidir que apenas falou olhando para Masako que estava mais próximo, em um tom que todos pudessem escutar.

- Particularmente acho melhor você ir para a esquerda Masako, assim teríamos um trio averiguando de onde vem o sangue e uma dupla pra onde vai o fluxo do rio.. boa sorte ae pessoal..

“Como eles não estão nem ae pra ninguém pode ser que eu acabe sozinho de vez nessa missão, se esse padre demoníaco tiver o poder de sumir eu posso agir por conta logo logo, só manter o foco como sempre e aguentar as piadinhas escrotas desse comediante querendo atenção”

Descendo vendo as calhas de sangue escorrendo, tratou de ficar na defensiva e acionaria mais um de seus poderes, para ficar mais forte, como estava de armadura não iria ser perceptível a mais ninguém, ficou mais no centro da escadaria pois sempre tentava ser o preparado e quando ouviu a oração na hora sua mente começou a trabalhar nesse suposto culto do sangue, se já tinha visto algo antes ou ate mesmo participado de um a um tempo atrás, usaria seus conhecimentos somados a vantagens e poderes, tudo em prol a desvendar esse pequeno segredo antes mesmo de ser realmente apresentado, queria se antecipar porem sem cometer erros, tudo em extrema furtifidade, descendo e a um certo passos atrás do padre, pois estava ainda difícil de aceitar essa falsa ajuda que esse demônio deu a garota que estava no sangue, para alguém de monstra poder ele poderia ter feito algo amais.


Habilidades Usadas:
 

Vantagens Usadas:
 

capacidades usadas:
 

números de ações de combate:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/watch?v=jX8RTjUUcLE&index=2&list
Masako Sun
Membros
Membros
Masako Sun

Mensagens : 280
Localização : Japão

Ficha do Personagem
HP HP:
A Entrada da Catedral - Página 2 JJXZErR390/390A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (390/390)
SP SP:
A Entrada da Catedral - Página 2 I1VDEPa350/350A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (350/350)
Itens de Evento:

A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime17/12/18, 11:54 pm



Aparentemente ainda estávamos decidindo as coisas e fiquei quieto ouvindo o metamorfo falar e logo em seguida Dean responder sobre a marca pra Clint, da mesma forma antipática. A conversa foi interrompida pela vampira, que se soltou do padre e se jogou no sangue. Fiquei estático com aquela cena e boquiaberto, afinal não esperava que ela fosse fraquejar daquela forma, nisso ela foi sumindo enquanto se afogava no líquido viscoso e tentava bebê-lo. Foi realmente estranho, o que me fez realmente parar de respirar e não querer voltar a isso lá dentro. Ainda sim, aquela sensação de sede não passara, mas ao menos, estagnara. Eles então voltaram a decidir pra onde cada um ia, e antes que eu falasse algo, mesmo que ainda não tendo decidido, Clint opinou. -Ok, não tenho nenhuma preferência ainda. -Respondi concordando em ir pra esquerda enquanto ele e o padre iriam pra direita. Segui Dean, me preparando pra desviar de quaisquer ataques que pudessem surgir e atento na audição, pro caso de alguém nos espiando ou armadilhas se fosse o caso. Porém além disso, podia ouvir os gritos das pessoas ficando mais auto, enquanto que o cântico ficava mais baixo conforme nos distanciávamos da direita. De qualquer forma ficaria também atento aos tais símbolos que o padre disse pra quebrarmos, e tentaria encontrar quando chegássemos lá. Não queria pisar naquele sangue depois do que rolou com a vampira.

Conhecimentos:
 

Vantagens:
 

Ações escreveu:
Todas: Esquivas
Possíveis contra-ataques usando a katana.

Quem nunca provou o próprio sangue quando se machucava não sabe o que é ser um vampiro.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mirandowisk
Membros
Membros
Mirandowisk

Mensagens : 144
Localização : Brasil

Ficha do Personagem
HP HP:
A Entrada da Catedral - Página 2 JJXZErR230/230A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (230/230)
SP SP:
A Entrada da Catedral - Página 2 I1VDEPa420/420A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (420/420)
Itens de Evento:

A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime18/12/18, 04:26 pm

Ubirajara escutou Dean responder Clint com certa indiferença. Aquilo não era o principal. Subitamente, a moça que era amparada pelo padre se jogou freneticamente no sangue. Ubirajara não teve tempo algum de se mover para tentar ajudar, e, quando viu, as últimas bolhas de vida vindas daquele local onde ela mergulhou. Feições humanas surgiram no sangue, o que fizeram Ubirajara manter distância daquele fluido, mas não o fez recuar. Observando o ponto, aguardando que ela subisse à superfície novamente, mas notou que não seria mais possível aquilo. Os outro já haviam dado de ombro para o acontecimento, então ele seguiu à direita, atrás de Dean e de Masako, cuidado para que fosse o mais furtivo possível. Caso houvesse alguém no caminho, ele seria o último a ser notado, dando a ele oportunidades de ataques precisos e surpresas. Conforme se afastava da bifurcação, os cânticos ficavam mais baixos e os gritos se intensificavam. - Estou logo atrás de vocês! - Diria em baixo tom para Masako e Dean. Preparado para se defender, Ubirajara ainda procuraria as tais marcas que o possível demônio falou, para que pudessem ser desfeitas as magias. Seus sentidos estariam à flor da pele para evitar, também, algum tipo de armadilha.

Vantagens escreveu:

- Pés de Veludo
- Instintos Selvagens
- Espírito Inabalável

Capacidades escreveu:

- Prática de Sobrevivência – Furtividade
- Prática de Sobrevivência – Noção de Ambiente
- Prática de Sobrevivência – Armadilhas
- Conhecimento - Sobrenatural
- Conhecimento - Defesa Pessoal
- Conhecimento - Línguas
- Prática de Sobrevivência – Escapismo

Ações escreveu:

Tudo em Esquiva
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
Onúris

Mensagens : 1397
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
HP HP:
A Entrada da Catedral - Página 2 JJXZErR640/640A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (640/640)
SP SP:
A Entrada da Catedral - Página 2 I1VDEPa560/670A Entrada da Catedral - Página 2 GnsUAW7  (560/670)
Itens de Evento:

A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime18/12/18, 04:50 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




A Entrada da Catedral - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: A Entrada da Catedral   A Entrada da Catedral - Página 2 Icon_minitime

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Entrada da Catedral
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» A volta do Kazekage à Sunagakure e a morte do Mizukage estampa a entrada da vila!
» Entrada do Esconderijo Taka

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Multiverso da Fantasia RPG :: Quest's/Eventos/Nações :: Área de Eventos :: Arco 1 :: Catedral da Sé-
Ir para: