Somos um Fórum de RPG, focado em D&D, porém com sistema mais aberto. Criação de personagem e raças completamente customizáveis!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Edifício Praça da Bandeira (Início)

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Ximeerra
Membros
Membros
Ximeerra

Mensagens : 308
Localização : Rio Grande do Sul

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
5670/6000  (5670/6000)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
570/570  (570/570)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   03/01/19, 10:36 pm

Música Tema - Justo Arremetimento

Desapontada com o ato agressivo de Robert, imediatamente o absolve pela forma que haveria sido revidado. A gaúcha suspira gravemente ao testemunhar o assassinato de um morador tentando fugir por sua vida, diante de seus olhos, seguido de um breve silêncio causado pelo grito estridente que forçaria um choro de Melena pela vertiginosa tragédia. Com os dentes trincando e quase se ajoelhando em uma perna, sente o frio em seus ouvidos devido o leve sangramento da voz do espírito. Apesar da surdez, sente como se seu orgulho tivesse sido ferido pela interrupção de seu repertório, e de sua consciência gritando dentro de sua mente para prosseguir com a batalha por justa causa e impedir futuros problemas. - Eu queria acabar com essa peleia pacificamente...mas com essa ousadia contra os presentes moradores inocentes desse prédio...eu não posso deixar vocês passarem! Meu último resquício de piedade com vocês é a minha INCANDESCENTE RESOLUÇÃO!! - Ximeerra bravamente grita seu discurso enquanto seus olhos escurecem e seus membros tomam formas, penas negras surgem misticamente de sua pele, sua voz se esganiça no desfecho de sua sentença ainda capaz de ditar o vocabulário humano.



   Sua forma Crinos é revelada perante a todos do corredor, uma alta figura Corax com penas pretas e azuis semelhantes com a de uma gralha azul, seu rosto agora obstruído com a estrutura de um corvo, asas em seus braços com fortes garras já empunhando sua rabeca sem dificuldades articulares. Suas roupas que dificilmente ainda serviam se camuflavam perante as cores da transformação. A metamorfose disponha um acréscimo místico e anatômico para a Corax, porém um estado de humor agressivo. Com grande fortitude em seu instrumento, o imbui com uma divina aura dentre as cordas, o que faz desferir notas graves e baixas que se formariam em projéteis reluzentes em forma das devidas notas da violinista, que seriam distribuídos dentre os espíritos inimigos mirando em seus rostos. - TENHO FÉ DE QUE ESSA CANÇÃO PODERÁ ESCONJURAR-LOS DEVOLTA PARA OS SEUS DEUSES!! - Melena estridentemente se expressa durante seu ataque, em um estado de desespero e fúria, uma forma bárbara e amadora de exorcismo.
   Volta sua atenção assim focada no garoto oriental que estaria na cola de Robert. - ENTÃO NOS DIRIA SUA HISTÓRIA GURI! AONDE QUER SE LEVAR COM ESSA PIRRAÇA?! ASSIM COMO UMA MÃE DEVE DAR BRONCA AO SEU FILHO, O MESMO DEVE COOPERAR PARA QUE CHEGUEMOS EM UMA LIÇÃO! - A Corax evidentemente estressada pela sua forma que sua raça tanto evita de tomar, desferiria seu ataque tentando consolidar uma justiça, com a mínima esperança que o alvo não desapareça após um possível choque de dano causado.

Ações escreveu:
1. Ativar Crinos. (+10 ESP)
Habilidade:
 
2 à 10. Distribuir ataques mágicos nos espíritos menores com o instrumento mágico equipado e maestria mágica (Luz).
Capacidades:
 
11 à 15. Desferir disparos das mesmas condições no espírito líder do menino.
16. Esquiva.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mestrej
Membros
Membros
mestrej

Mensagens : 176

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2050/2500  (2050/2500)
HP HP:
120/120  (120/120)
SP SP:
210/210  (210/210)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   04/01/19, 02:37 am

Robert ficou um pouco assustado com a morte dos moradores, mas isso apenas intensificou sua raiva, porem a mesma morreu com a dor de cabeça que o grito do garoto deixava para trás e a confusão o deixou vulnerável para uma série de golpes que o deixaram muito ferido.
Batman cerrou os dentes e soltou um gemido de dor com os vários dados que estava recebendo do garoto fantasma, ele estava prestes a revidar enquanto gritava suas perguntas, mas visto que a mulher corvo se adiantou ele se concentrou em apenas se libertar jogando sal contra o braço que o segurava e correndo para atacar os outros fantasmas deixando que a mulher pássaro fizesse seu interrogatório enquanto ele tentava garantir que os demais fantasmas ficassem mortos e evitava os ataques do garoto.
-É com você melena, enrole a luta, assusta essa cosia, descubra quem são os responsáveis, faz ele falar, eu vou garantir que os outros fantasmas não te atrapalhem.
Então ele parou e massageou seu peito e as partes que levara os socos enquanto fazia alguns movimentos para esticar os músculos e as articulações tentando fazer o sangue fluir um pouco para fazer alguns primeiros socorros antes de girar sua espada em um movimento preparatório e partir para cima dos demais fantasmas com sua espada e tentou esquivar quando necessário.

ações escreveu:
1 a 3 - Primeiros Socorros: (5)
Especializando-se em medicina socorrista, o indivíduo pode salvar vidas em um momento crítico.
Requerimento: Conhecimento - Medicina - Nível 10.
Bônus: Regeneração de +5 HP por ação em si mesmo ou em um alvo (aplicável em combate e fora dele).
Efeito: Estagnação do usuário e do alvo durante o uso.
(Não esquecendo q eu regenero 3 por ação)
4-jogar sal no fantasma para me libertar
5 a 10- ataque com a espada
11 a 14- esquiva.
ataque escreveu:
mestrej efetuou 5 lançamento(s) de dados (D10.) :
5 , 7 , 6 , 3 , 6
sangramento escreveu:
mestrej efetuou 5 lançamento(s) de dados (D100.) :
43 , 59 , 3 , 37 , 25
esquivas escreveu:
mestrej efetuou 4 lançamento(s) de dados (D10.) :
10 , 7 , 4 , 2
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hagatsune
Boss
Boss
Hagatsune

Mensagens : 566
Localização : Tenkai

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
500/500  (500/500)
HP HP:
100/100  (100/100)
SP SP:
500/1000  (500/1000)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   07/01/19, 02:02 am



Ximeerra mostrou sua verdadeira forma, para uma batalha séria que se seguia, tendo em risco a vida de Robert, que estava nas mãos do espírito. O garoto tentava fazê-lo sofrer parada cardíaca, porém por mais força que parecesse fazer, algo lhe impedia de conseguir. Podia ser a nova condição de Robert, por ele ser meio morcego, ou outro fator. No que Robert lançou o sal no braço do garoto, o mesmo se partiu como se o sal o rasgasse, e o fez sumir por breves segundos, quando o mesmo voltou na frente de Batman, ainda raivoso, que se aproximava dos outros fantasmas. O jovem atacou três vezes, acertando Robert duas vezes, com socos, contudo, um golpe de Ximeerra o atrapalhou de continuar, forçando-o a sumir após ser acertado. Robert e Ximeerra se focaram nos outros espíritos enquanto o garoto continuava desaparecido, matando quase todos, que com a luz usada por ela, queimaram enquanto gritavam de dor sobrando somente um fantasma além do garoto. No momento que poderiam atacá-lo, o garoto voltou a aparecer, ele havia ignorado completamente as perguntas da moça anteriormente, se aproximando dela pra atacá-la, acertando-a com um chute que a faria se afastar. Nisso, Ximeerra teria a chance de atacar ele, e sendo o momento perfeito pra tal, acertou todos os golpes de luz, fazendo-o se ferir muito e forçando-o a parar, sentar e começar a chorar de forma compulsiva.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://rpgfantasyworld.forumeiros.com
Ximeerra
Membros
Membros
Ximeerra

Mensagens : 308
Localização : Rio Grande do Sul

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
5670/6000  (5670/6000)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
570/570  (570/570)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   07/01/19, 09:59 pm

Ainda em forma de Crinos, a gaúcha buscaria finalizar o conflito, desferindo suas últimas notas sagradas contra o rosto do último espírito ameaçador, e suspende seu ataque quando percebe o garoto fantasma quase em uma posição fetal despojando um choro frustrado. Melena percebe os resquícios de humanidade do espírito vingativo quando o mesmo se expressa de tal como alguém de sua faixa etária replicaria em uma ocasião de bronca. As feições da corva gigante se aliviariam, recuando sua atitude semi-animalística com a sua forma hominídea sendo presente em sua pele novamente.
   - Ai minhas mãezinhas...Gaia...Oxum...que fim me deu pra ter que defender a mim e este homem contra esses espectros desguiados? - Rezaria brevemente em sua mente, massageando sua testa pela leve dor de cabeça, a mulata passa a respirar ofegante, tentando acertar sua linha de raciocínio estreita novamente, olhando para o ambiente e locomovendo sua atenção para Robert. - Bah, como 'cê pode ver, essa peleia se gelou, então euzinha vou carinhosamente te sugerir pra sossegar o facho, por enquanto. E isso serve pra você também, guri. - A gaúcha tenta contrair sua raiva ao se dirigir com o detetive que o menino, falando de olhos fechados e com o rosto trincado. - Se isso não for muito difícil pra você, eu vou pedir pro senhor terrorista, manter a guarda de seu orifício enquanto eu TENTO falar com ele, faça o que quiser, mas não olhando diretamente pra ele de preferência...e tenta não estraçalhar mais o prédio. - Falando em uma voz monótona, anda em direção ao garoto, e se agacha para um pedido. - Ei...guri, será que 'cê pode me esperar um pouco? Pode até me ver de bombeira se quiser! - Com uma voz mais cansada, porém amigável, a gaúcha aponta a atenção de si mesma e do menino para o incêndio causado pelo detetive, e o sugere aguardar enquanto desvia o olhar das chamas ou observar a moça tentando extinguir o fogo ainda correndo.
   Com fé que o espírito a obedeça momentaneamente, Ximeerra adentra cautelosamente o apartamento 6, tentando submeter o fogo ainda incendiado com sua maestria arcana de água através mais notas de sua rabeca mágica, mantendo uma distância segura durante o ato em todos os quartos necessários. Em acasos mais graves, rapidamente voltaria à entrada do apartamento com casos de tosse. - B-Bem...se quer uma mudança de planos, eu vou pedir pra você também vasculhar o apartamento que você explodiu, seu pirado. - Sugeriria o próximo ato do detetive, até que voltaria sua atenção para o garoto, e se sentaria em perna de índio à sua frente, esbanjando um sorriso contagiante. - Eu...não vou culpar vocês por nos atacarem, e espero que possam nos perdoar por nos defendermos. Mas...estamos aqui justamente pra conhecermos vocês e o porque estão nessa confusão, ainda mais agora que você clamou que somos amigos de algum suposto torturador 'idiota'. Só queremos ajudar...por incrível que pareça. - Falaria com a voz breve e calma, tentando olhar nos olhos do menino, a curiosidade da corax atiçaria, com o quanto a moça se aproximaria para observar as feições do espírito de mais de perto. - Mas vamos começar devagar...pra você saber, eu me chamo Ximeerra, mas pode me chamar de Melena...Brigadeiro. Qual o seu nome gurizinho? E fala pra titia porque que vocês estão nesse prédio esse tempo todo? -
A gaúcha falaria como uma mundana mulher se dirigiria para uma criança, enquanto estaria sentada e estagnada por um estado curativo que a comprometeria em uma aura incandescente de luz e um círculo arcana de água correndo em seu corpo e alma, formando uma imagem à frente do espírito juvenil que estaria se comunicando.


Ações escreveu:
1 à 3. Desferir golpes mágicos com propriedade de luz contra o último espírito menor. (Ainda em Crinos)

Capacidades:
 

4 à 7. Tentar extinguir o incêndio no apartamento 6 com maestria mágica de água ainda usando o instrumento mágico. (Desativar Crinos e Épica Gregória, ações tomadas interpretativamente)

Capacidades:
 

8. Se auto-medicinar imbuindo-se com água e luz enquanto tenta se comunicar com o espírito.

Capacidades:
 

Habilidades Ativas:
 

Ataques escreveu:

Ximeerra efetuou 3 lançamento(s) de dados (D10.) :
8 , 1 , 5
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mestrej
Membros
Membros
mestrej

Mensagens : 176

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2050/2500  (2050/2500)
HP HP:
120/120  (120/120)
SP SP:
210/210  (210/210)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   08/01/19, 12:52 am

Roberte embainhou a espada não demonstrando se importar com o que a mulher pássaro falava com ele e seu método quase ameaçador dando-lhe um olhar de desdém para suas ameaças e sarcasmo.
-Só arranque algumas respostas dele, tipo como o primeiro incêndio começou ou quem o causou. Vou manter as suas costas.
Ele então foi para os moradores que tinham sido pegos na confusão e rapidamente fez massagem cardíaca em um por um usando sua maestria magica de relâmpago para tentar fazer o coração voltar a bater, mas tentando não perder muito tempo com cada um já que os minutos iniciais seriam os fundamentais para que eles não tenham lesão cerebral ou não voltassem, o que ele já estava perdendo.
Mas ele não perdeu o olhar sobre o fantasma que tinha sobrado e ficou atento para defende-lo de qualquer outro ser que pudesse parecer, inclusive estando disposto a aturar alguns golpes.
ações escreveu:
1 a 9 – todos os tipos de primeiros socorros para os civis.
11 a 14 – defender o fantasminha ou impedi-lo de fugir.
capacidades usadas escreveu:

Maestria Mágica - Raio - Nível 10 – 1000/MAX
Conhecimento – Medicina - Nível 10 – 1000/MAX.
Primeiros Socorros: (5)
Especializando-se em medicina socorrista, o indivíduo pode salvar vidas em um momento crítico.
Requerimento: Conhecimento - Medicina - Nível 10.
Bônus: Regeneração de +5 HP por ação em si mesmo ou em um alvo (aplicável em combate e fora dele).
Efeito: Estagnação do usuário e do alvo durante o uso.
testes escreveu:
mestrej efetuou 9 lançamento(s) de dados (D100.) :
24 , 60 , 34 , 43 , 59 , 84 , 74 , 84 , 31
mestrej efetuou 4 lançamento(s) de dados (D10.) :
9 , 9 , 10 , 7
Off: sempre bom lembrar q eu tenho +3 de HP por ação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hagatsune
Boss
Boss
Hagatsune

Mensagens : 566
Localização : Tenkai

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
500/500  (500/500)
HP HP:
100/100  (100/100)
SP SP:
500/1000  (500/1000)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   11/01/19, 12:58 pm

Foi a vez do ultimo espírito "morrer", Ximeerra o atacou e não precisaria de muito para fazê-lo queimar e sumir, deixando o casal com o menino, que ainda chorava encolhido num canto. A moça voltaria pra sua forma humana, para poder se aproximar do garoto, que aparentava ter resquícios de humanidade. Ele começou tentando um diálogo com o garoto, o que foi fazendo o mesmo parar de chorar e olhá-la, apesar de seu corpo dar leves trancos com os soluços. -Você fala estranho tia. -Ele disse de forma manhosa por causa dos ferimentos. Nisso Ximeerra se dirigiria ao fogo que ainda queimava no apartamento e com sua magia o apagaria sem problemas, por mais que fosse um fogo diferente, sua água seria o suficiente. O menino não tirou os olhos dela, e assim que a mesma voltasse pra falar com ele, o mesmo estava de pé e correu em sua direção a abraçando. -A tia é boa, apagou o fogo então... É boa. -Disse de maneira infantil, quase inocente, porém olhando de esguelha pra Batman. O garoto voltou os olhos pra Ximeerra conforme ela lhe falava aquilo, ainda agarrado nela, o que era incrível ela sentir ele de uma forma que parecia físico. -Prefiro te chamar de tia. -Comentou o garoto após a apresentação dela. -Sou Carlos. -Se apresentou também. -O tio lá de baixo também está com vocês? -Perguntou de forma curiosa. -Estamos presos aqui, não conseguimos sair... Depois que morremos, sempre que tentamos sair a port anos leva pra dentro de novo. -Disse sem saber como explicar direito. -Eu tento falar com os moradores, mas eles não me escutam ou veem, e a maioria dos que morreram comigo não falam mais, e estão estranhos. -Disse um pouco desesperado. Já Batman, enquanto Ximeerra conversava com o garoto, tentava ressuscitar os moradores que morreram durante o combate, contudo os mesmos já estavam mortos à algum tempo e ele saberia que as chances de voltarem seria mínima. -Moço, eles já estão presos aqui. Não vão voltar, é o que acontece quando morre nesse prédio. -Disse o garoto ao ver a tentativa inútil do Batman.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://rpgfantasyworld.forumeiros.com
Ximeerra
Membros
Membros
Ximeerra

Mensagens : 308
Localização : Rio Grande do Sul

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
5670/6000  (5670/6000)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
570/570  (570/570)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   12/01/19, 03:03 am

- Eu já fui chamada de 'titia' dezenas de vezes, por que que só agora meu coração tá pulando pela minha garganta?! - Ainda no estado curandeiro, a aura sagrada e aquosa que circula o corpo da gaúcha gradativamente se forma um coração, refletindo a sua recepção com o comportamento do garoto. - Carlos...esse nome não significa 'homem do povo'? - Solta uma leve risada quanto à onomástica. - Ah! Se tá falando de um guapo que saiu sozinho e negro que nem eu, então sim, ele tá com agente querendo resolver o que tá acontecendo por aqui, e só pra avisar, mais dois gajos de casacos de trincheira tão investigando também, mas nos separamos. - Aborda sobre a própria equipe com a intenção de evitar futuras estranhezas para o menino.
   Após as falhas tentativas de Robert reanimar os já falecidos residentes, a gaúcha segue a observação de Carlos, olhando os corpos com um arder em sua garganta. - Morcegão...eu te sugiro vasculhar o apartamento 6 também, por gentileza. Se tiver perguntas próprias ou pedidos de socorro, grita pra cá. - Após o pedido breve, a moça decide assumir um tributo geral para os moradores do edifício, realizando uma breve reza à respeito dos finados, respirando fundo e fechando seus olhos, unindo suas mãos em um gesto de oração. - Ó Deus! Ó Tu que perdoas os pecados! Tu que concedes dádivas e afastas aflições! Suplico-Te, verdadeiramente, que perdoes os pecados dos que abandonaram as vestes físicas e ascenderam ao mundo espiritual. Ó meu Senhor! Purifica-os das transgressões; as tristezas, desvanesce-lhes e transforma sua escuridão em luz. Permite que entrem no jardim da felicidade, purifiquem-se com a água mais límpida e, no mais sublime monte, contemplem teus esplendores. Que assim seja! - Sem perder sua concentração, abre os olhos e separa as mãos. - A Umbanda não crê em ressurreição, tal como a morte do corpo físico não é o fim da vida, entende-se apenas como o fim de um ciclo, da passagem encarnatória afinal. - Com o pesar de suas palavras, seu humor carinhoso volta por se dirigir ao garoto de forma mais pessoal.
   - Carlinhos...então, pra nós podermos te ajudar, 'cê vai ter que nos ajudar devolta. E o mínimo que precisamos é de informação, então a titia vai te pedir que me conte com toda a sua sinceridade. Se me prometer que vai ser um bom guri, tudo isso vai se resolver antes que 'cê saiba, porque eu posso ser a sua voz! Se deixar o meu tato te atingir, a titia até tenta sarar os seus dodóis, huhu. - Alegremente, encerra sua auto-cura e se aproxima das costas de Carlos, tentando abraçá-lo sentada com o mesmo e também tentando encostar a cabeça do garoto em seu peito e o resto do corpo em seu colo, utilizando suas maestrias divinas e arcanas para exercer sua restauração e seu carinho.
   - Sossega e conta pra titia o que 'cê se lembra... Quem foi o homem mau que fez o primeiro incêndio? Como era a sua vida com a sua mamãe e papai e esses outros moradores nessa época? E afinal, algum outro detetive já tentou resolver essa peleia como nós aqui? Se depararam com alguma coisa? - Perguntaria em um tom baixo enquanto a mesma tentava acariciar a área dos cabelos do espírito de Carlos, buscando convencê-lo à puxar sua memória quanto a história de sua família e conhecidos.

Ações escreveu:
1 à 7. Se auto-medicinar imbuindo-se com água e luz enquanto se comunica com Carlos.

Capacidades:
 

8. Tentar medicinar Carlos sob as mesmas propriedades anteriores enquanto ainda tenta comunicação e carinhos. (56 CAR)

- Título - Salvador (dobra os efeitos de cura em outras pessoas)::
 

Habilidades Ativas:
 

Convencimento escreveu:
Ximeerra efetuou 1 lançamento(s) de dados (D100.) :
35
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mestrej
Membros
Membros
mestrej

Mensagens : 176

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2050/2500  (2050/2500)
HP HP:
120/120  (120/120)
SP SP:
210/210  (210/210)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   12/01/19, 04:38 pm

Batman revirou os olhos para o olhar para o garoto e depois para o comportamento da corvidia, sem ter algo para fazer e tendo falhado em ressuscitar os moradores, escondendo sua raiva e angustia de não ser capaz de resolver a situação, então ele aproveitou a sugestão da mulher para ir até o apartamento e começar a vasculhar o apartamento para ver se encontrava algo, apesar de não achar que iria encontrar nada de especial, depois foi para o apartamento do lado fazer o mesmo para ver se encontra algo ou alguém lá.
No processo ele foi movendo os moveis, procurando marcas estranhas, usando suas habilidades de detetive para tudo que podia, enquanto tentava desviar sua mente do fato dos moradores terem morrido por causa dos fantasmas terem aparecido.
-Que droga, essa bomba foi um erro, quero dizer eu vi isso ser usado em algumas situações pelas forças de invasão e eu tive um momento em que estava certo que era uma armadilha obvia... mas talvez a palavra obvia tenha sido o problema, eu não pensei tanto nisso quanto deveria, tenho que manter minha mente mais focada e evitar violência desnecessária, quero dizer, eu tenho que me controlar melhor, além disso parece que usei o tipo errado de bomba... ah, merda. Vou precisar de mais treinamento.
Ele deu um soco leve na parede próxima para acalmar sua mente e liberar a frustração.

ações escreveu:
1 a 4- apartamento 6
5 a 7- apartamento do lado.
capacidades escreveu:
-Título - Investigador Forense (+10 em resoluções de enigmas em cenas de crime, +15 com Rastreador)
-+3 HP por ação/ +3 SP por ação (vantagem)
-Prática de Sobrevivência - Noção de Ambiente - Nível 10
-+15 em testes de Rastreamento. (vantagem)
-+15 em testes de Informática, Mecânica, Tecnologia, Metalurgia e Mecha (Capacidade)
- +10 em testes de Cartografia, Direito, História, Línguas e Literatura (Capacidade)
- +20 em testes de conhecimentos universitários ou escolares (Capacidade)
rolagem escreveu:
mestrej efetuou 7 lançamento(s) de dados (D100.) :
38 , 30 , 82 , 92 , 36 , 100 , 23
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hagatsune
Boss
Boss
Hagatsune

Mensagens : 566
Localização : Tenkai

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
500/500  (500/500)
HP HP:
100/100  (100/100)
SP SP:
500/1000  (500/1000)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   14/01/19, 10:37 pm

O garoto afirmou com a cabeça quando a jovem o perguntou sobre Onuris, mas quando ela mencionou Sam e Castiel, o garoto se encolheu. -Eles são amigos? São assustadores... -Disse não confiando muito naquela informação, apesar de estar calmo. No que ela falou com Batman, o garoto também o olhou e o viu entrar pela porta arrombada do apartamento que anteriormente estava em chamas. Enquanto a moça fazia uma oração para o garoto, Robert vasculhava o apartamento todo queimado pelo fogo. Não haveria nada além de objetos queimados, papéis em pó, sofá destruído. Após toda a oração da jovem, ela voltou a se dirigir à Carlos, tentando o tocar, porém passando através dele. -É difícil tocar nas coisas, eu fico muito cansado. Pra aparecer eu demorei anos até aprender a controlar... Se eu fico fraco eu sumo e não consigo mais me comunicar. -Disse o garoto continuando sentado, agora ao lado dela. -Olha tia, eu só lembro do fogo... Eu estava sozinho, eu via a claridade por debaixo da porta e a fumaça que entrava... Eu sufoquei até morrer... -Isso explicaria a ela o fato dele não ter ferimentos como os outros fantasmas. -Mas... Depois que morri, eu vi umas pessoas com vestes estranhas, na verdade eles eram quase nus, usavam muitos acessórios de joias verdes ou pedras... -Comentou forçando-se a lembrar de algo daquele dia. Nisso Onuris chegaria no andar deles em sua plena forma de leão, arfando um pouco. -Um leão! -Gritou o garoto, se levantando pra olhar o felino, surpreso. Enquanto isso, Robert já teria vistoriado a casa toda e não encontraria nada de mais naquele apartamento e assim que voltasse pro corredor veria um leão parado no mesmo.

Ordem escreveu:
Onuris
Ximeerra
Robert
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://rpgfantasyworld.forumeiros.com
Onúris
Boss
Boss
Onúris

Mensagens : 1080
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
8790/9000  (8790/9000)
HP HP:
540/540  (540/540)
SP SP:
500/500  (500/500)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   14/01/19, 10:58 pm



- "Isso não é bom..." - Pensou ao sentir o odor de fumaça, mas não muito depois conseguiria sentir o rastro dos companheiros, levando-o ao primeiro andar, onde Melena conservava com Carlos, e havia um apartamento de porta arrombada. Assim que o menino o avistou, T'Challa iria voltar à forma humana, desativando o Felino, Crinos e então o Sokto, gradativamente numa transição calma, para não apavorar o menino. - Carlos, está tudo bem? - Indagaria ao menino, demonstrando um olhar preocupado e um tom de voz calmo. - Temos mais problemas Melena, evidências que encontrei apontam para Múmias, não demônios... - T'Challa então tiraria o artefato dourado e o trapo branco da parte interna de seu paletó, os dando à mulata. - Carlos, nós queremos ajudar, queremos libertar todos que ficaram presos aqui, e queremos também impedir que mais pessoas morram, se você sabe de algo, por favor nos conte, precisamos entender o que aconteceu no prédio. - Como ainda manteria a Majestade, continuava falando ao menino de forma a apaziguá-lo, ao mesmo tempo que queria informações.


Ações escreveu:

  1. Desativar Felino
  2. Desativar Crinos
  3. Desativar Sokto
  4. Falar com Carlos
  5. Falar com Melena
  6. Entregar o Ankh Dourado
  7. Entregar o trapo branco da Múmia
  8. Falar com Carlos
  9. 7 defesas para si ou para Melena e Carlos


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ximeerra
Membros
Membros
Ximeerra

Mensagens : 308
Localização : Rio Grande do Sul

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
5670/6000  (5670/6000)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
570/570  (570/570)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   15/01/19, 10:23 am

Entristecida com a considerável falha de tocá-lo, Melena ficaria sem palavras por um determinado tempo após o depoimento trágico do garoto, com um olhar vazio para o chão. Encerra seu estado medicinal, e volta o olhar para Carlos ao se decair das próprias observações. - Faleceu sufocado...isso até que explica o porque 'cê parece o mais conservado daqui. E...roupas curtas com jóias verdes? Er...seria... - Presa na linha de raciocínio, sua conversa é interrompida com a chegada de Onúris ao mesmo corredor, ofegante de sua viagem e visivelmente em sua forma característica de um comum leão. Ximeerra se levantaria junto com Carlos, de olhos quase esbugalhados com a abrupta imagem do herdeiro lentamente tomando sua forma humana em direção ao próprio garoto. - Triunfante! - Exclama a gaúcha.
   Melena responderia a pergunta de tom preocupado do Bastet ajunto de Carlos. - Ele tá...melhorzinho agora. O detetive 'Tchêrtaca-Bombas' ali achou que seria uma boa idéia entrevistar o síndico com pólvora na fuça. O fogo dele já foi apagado, e os espíritos foram lidados, só não sei pra onde se meteram agora. Eu acalmei o Carlinhos e agora ele tá sendo bonzinho pra conversar com agente. - Tagarelaria sobre o recém ocorrido, agachada ao lado do menino e aproximando o braço no ombro do espírito como se ainda tentasse abraçá-lo.
   A mulata voltaria a se levantar ao ouvir Onúris clarificando os supostos autores da tragédia, também contemplando ambos mementos adquiridos pelo felino sendo entregues para si mesma. O artefato dourado a faz cair o queixo com a sua reluzência dourada, como se absorvesse a consciência da moça quanto mais a mesma se aproximasse da jóia. - Ai...minha...mãezinha...como é tão...brilhante... - Com os olhos crescidos e quase negros, lentamente aproximaria sua mão ao toque do item, e teria sua consciência devolta no momento que sua pele queimasse em contato superficial. - AAAII!! SANTA GAIA! I-ISSO É...OURO!? - Segura sua mão com grande dor após encostar brevemente no objeto, tirando de sua proximidade por reflexo e seguido de um breve uso de gelo arcano para refrescar seu tato. - Poxa tchê, tamanha seja a sua urgência! Ai ai, mas tudo bem. E desculpa a titia pelo grito, Carlinhos. Pois é Daren, por mais que me parta o coração, essa é uma jóia que eu vou ter que deixar nas suas patas... - Respirando normalmente denovo e mordendo os lábios por ter que abrir mão da jóia tentando absorver a própria compulsão, pega e visualiza superficialmente o trapo branco. - Euu...creio que 'cê tenha visto alguma coisinha que eu não vejo, eu vou adorar ouvir sobre essas evidências. Mas...já que mencionou sobre múmias, o garoto acabou de contar que faleceu por inalação de fumaça do incêndio, e que tava sozinho, e sem saída. E depois de bater as botas, tava cercado de gajos de poucas roupas e jóias verdes. Pode ser a nossa pista cultural. - Aborda para Onúris a recente conversa, enquanto tira seu celular de sua mochila e o ligaria, começando a fotografar ambas evidências. - Porcaria, eu deveria ter pego o contato do Sam! Bah, eu tento outra coisa... - Pensativa, utiliza o dispositivo de pesquisa de imagens do navegador mais adequado para pegar fontes de informação utilizando ambas as fotos das evidências como chaves para navegar na Internet. Caso a conectividade sucederia sua vontade, puxaria sua memória em relação à mitologia das múmias em conjunção do que a rede proporcionaria.
   - Onú, eu sei que a nossa investigação é crucial pro bem dessas pessoas, mas...eu me sinto um tanto relutante em puxar o Carlinhos pra nossa escolta, tipo...eu não sei até onde isso vai chegar. Se isso for necessário, vamos ter que dobrar o nosso trabalho sendo a guarda e a voz desse santo filho de Deus. - Comenta seriamente para ambos, diplomaticamente, ainda engatilhando uma possibilidade para o percorrer da missão. - Você teria que ser um bagual corajoso pra andar com o bonde, guri, mas depois daquela garrada no morcegão e daquele coice em mim, 'cê tem as suas peculiaridades. Falando em corajoso...deixa a titia ver um negócio ali... - Comenta risonhamente para Carlos e o restante do círculo, enquanto aguardaria os resultados de pesquisa em seu celular e indo em direção dos corpos caídos do corredor.
   Ximeerra analisaria os corpos falecidos dos residentes do edifício, e buscaria pelo cadáver aparentemente mais velho, vasculharia seus vestes e bolsos, assim como despiria o próprio para identificar danos e detalhes anatômicos e/ou místicos sobre a causa da morte do mesmo.

Ações escreveu:
1. Encerrar estado medicinal.
2. Refrescar por reflexo o tato da mão queimada pelo artefato com gelo arcano.

Capacidades e Desvantagens:
 

3. Pegar o trapo branco.
4. Tirar fotografia do Amuleto de Ankh.
5. Tirar fotografia do trapo branco.

Item:
 

6. Utilizar o dispositivo de pesquisa usando as fotos como fontes ilustrativas.

Capacidades:
 

7. Vasculhar as roupas do cadáver aparentemente mais velho.

Capacidades:
 

8. Analisar o corpo do mesmo.

Capacidades:
 

Teste de Conhecimento sobre Múmias escreveu:
Ximeerra efetuou 1 lançamento(s) de dados (D100.) :
44

Teste de Pesquisa pelo Celular via Internet escreveu:
Ximeerra efetuou 1 lançamento(s) de dados (D100.) :
30

Teste de Rastreamento no Cadáver escreveu:
Ximeerra efetuou 1 lançamento(s) de dados (D100.) :
46
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mestrej
Membros
Membros
mestrej

Mensagens : 176

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2050/2500  (2050/2500)
HP HP:
120/120  (120/120)
SP SP:
210/210  (210/210)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   15/01/19, 11:52 am

Batman se assustou por um momento ao ver o leão e ficou em posição de saque rápido, mas quando viu se transformar no homem que conhecera mais cedo relaxou. Ele ficou apenas olhando com curiosidade como a corvo simplesmente ficou hipnotizada pelo ouro e depois foi ferido pelo mesmo.
-tá ai, quem for caçar a espécie dessa menina tem que gastar uma boa fortuna.
Ele ficou vários momentos apenas olhando em silencio para o grupo tentando repassar todas as informações entregues a eles até agora, se aproximando da joia aceitando-a no lugar de Melena olhando-o para elas tentando estimular sua mente a dar-lhe algum detalhe suculento, ele não tinha nem um tipo de conhecimento que poderia usar no trapo deixando com a corvídea.
Com toda a certeza ele poderia extrair de uma análise básica que era ouro misturado com outro metal como é padrão de todas as joias, o que não ajudava, então ele massageou uma de suas têmporas em pensamento tentando lembra tudo que podia sobre História, Línguas e Literatura relacionada ao Egito e outras culturas que praticavam a mumificação, tentando traduzir as marcas da joia e achar alguma conexão, além de testar para artefatos místicos e ligações religiosas.
Robert revirou os ombros e estalou o pescoço tentando estimular um pouco seu processo de pensamento para tentar reunir o máximo que podia de conhecimento sobre múmias que conseguia lembrar. Então dirigiu seu olhar para os seus companheiros e em um tom monótono disse:
-Chaskimallki e Uchumallki, foi mencionado nas informações que nos deram que eles foram percebidos, o que vocês sabem sobre eles? Ou sobre múmias como um todo. E, T'Challa, você não pode farejar a múmia a partir desse trapo?

capacidades escreveu:
- +10 em testes de História, Línguas e Literatura (Capacidade)
- +20 em testes de conhecimentos universitários ou escolares (Capacidade)
- Conhecimento – Teologia - Nível 10 – 1000/MAX.
- Conhecimento – Sobrenatural - Nível 10 – 1000/MAX.
- Conhecimento – Artefatos Místicos - Nível 10 – 1000/MAX.
ações escreveu:
1 a 6- testes de conhecimento
7- Falar com o grupo.
dados de testes de capacidade escreveu:
mestrej efetuou 6 lançamento(s) de dados (D100.) :
49 , 3 , 39 , 97 , 85 , 36
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hagatsune
Boss
Boss
Hagatsune

Mensagens : 566
Localização : Tenkai

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
500/500  (500/500)
HP HP:
100/100  (100/100)
SP SP:
500/1000  (500/1000)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   17/01/19, 12:15 am

Off escreveu:
J você não interpretou nada sobre dentro do apartamento, iniciou no corredor como se nem tivesse entrado pra investigar com ao menos uma breve frase, além de pegar o artefato surgindo na cena. Isso acarretará em perda de XP no final.

Com as informações que o garoto passou pra Ximeerra, Onuris não conseguiria ter algo muito específico, visto que a maioria dos povos antigos vestiam poucas roupas e joias pelo corpo. -Desculpa tio, eu já disse tudo o que sei... -Disse tristonho por não poder ajudar mais. -Mas eles definitivamente não eram mortos, estavam vivinhos da silva. -Comentou completando a informação. Assim que Onuris entregasse o artefato nas mãos dela, a mesma sentiria uma pontada forte na mão, como se estivessem enfiando uma faca no exato local em que o Ankh tocou-lhe a pele. Dessa forma ela entregaria o amuleto pra Robert após seu grito. Assim como Onuris, ao ver o artefato, Ximeerra e Robert saberiam com certeza que era Egípcio, porém não saberiam dizer com precisão a data, só que seria antigo e além disso Robert saberia que aquele artefato era ouro puro, sem qualquer mistura de outro metal, o que o faria perceber que este havia sido feito na época dos deuses do Egito, quando este era uma nação poderosíssima. Ximeerra não acharia nada preciso na internet, pelo contrário, teria tantas possibilidades que a deixaria confusa, porém ao menos, a velocidade da conexão estava boa, mas deixaria guardada a foto do artefato e do pedaço de tecido. Ela se aproximaria sem problemas do cadáver mais velho, ele deveria ter seus 40 anos, não mais, e fazendo alguns procedimentos médicos para descobrir a causa de sua morte. Enquanto isso, Robert pensaria a respeito do artefato, lembrando-se que representava a vida eterna, vida após morte, é associada à Ísis e Osíris; como diziam as literaturas. Seria difícil pra Robert listar todos os povos que faziam múmias de seus líderes, afinal eram muitos, mas os mais famosos eram o Egito, a China e algumas múmias naturais feitas pela própria natureza congelados e conservados de alguma forma. Com esse passar de tempo, Ximeerra perceberia que a energia depositada no lugar onde fica o coração era tão fria que a musculatura foi forçada a trabalhar cada vez mais forte e rápido, o que ocasionou na parada cardíaca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://rpgfantasyworld.forumeiros.com
Onúris
Boss
Boss
Onúris

Mensagens : 1080
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
8790/9000  (8790/9000)
HP HP:
540/540  (540/540)
SP SP:
500/500  (500/500)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   17/01/19, 12:54 am



- Você fez o possível, está tudo bem Carlos... - Diria com um sorriso ameno, balançando a cabeça em afirmação, conforme olhava para o menino. - Dividirei com vocês o que sei sobre esses itens... - Ele então iria se dirigir aos outros, porém com uma postura mais firme que com o garoto, estreitando seu olhar e firmando a voz. - Esse item é um Ankh egípcio genuíno, seu significado mais comum é a eternidade, a vida da alma após a morte, normalmente atribuído aos deuses Ísis e Osíris. Pode ser usado em proteções, entre outros efeitos ou rituais benéficos. Minha experiência como historiador e arqueólogo me faz dizer que ele data do século III, mais especificamente da quinta dinastia a reinar no Egito, período em que começou a Cristianização. Sobre as múmias, esqueçam as baboseiras de livros e filmes, não estamos lidando com seres enfaixados e similares a zumbis, estou falando de magos e guerreiros milenares, eternos, com um conhecimento arcano e tático de eras atrás e melhorado pelas tecnologias e aspectos da vida moderna. Posso ter que pensar um pouco a respeito para me recordar desses exemplares que você citou... - T'Challa cruzou os braços e franziu o senho enquanto explicava o que havia deduzido, deixando claro tudo o que sabia, e já pensando a respeito dos nomes ditos por Robert. - Só uma coisa... Temos civis aqui, humanos, não devemos sair por ai explodindo coisas, especialmente pois isso pode provocar espíritos do local, viemos ajudar e não piorar as coisas... Acredito que deva ter tido suas razões para ser impulsivo no momento, mas pense com cautela Batman... Eu posso facilmente rastrear o último que mexeu nesse trapo além de nós, porém correr em direção ao inimigo sem conhecê-lo, ou ter um plano claro, é a morte... Devemos procurar Sam e Castiel, eles também precisam saber que estamos lidando com múmias e não demônios. - Continuaria seus pareceres descruzando os braços e aos poucos relaxando seu corpo, não queria parecer imperativo, apesar de demonstrar urgência no tom de voz firme. - Como acredito ser o mais ágil, irei procurar o nosso amigo caçador e informa-lo da mudança de cenário enquanto faço reconhecimento a partir do pano, outra possibilidade é que as múmias estão se fazendo passar por moradores, seria prudente investigarmos pessoas que se enquadram nos padrões étnicos delas, mas sem pularmos para conclusões abruptas... Acredito que se tentarmos iniciar um diálogo eles poderão dar indicativos de sua natureza e propósito, assim podemos tentar intervir com mais eficácia... - Tendo finalizado pegaria o pano branco para si, para poder rastrear seu alvo seguinte no decorrer de seus pensamentos.


Teste de Conhecimentos escreveu:
Verificar na memória os nomes "Chaskimallki e Uchumallki"
Onúris efetuou 1 lançamento(s) de dados (D100.) :
39
- +10 em testes que envolvam História (Capacidade)
- Conhecimento – História / Nível 10 – 1000/MAX.
- [Perícia] Conhecimento – Línguas / Nível 10 – 1000/MAX.
- Conhecimento – Artefatos Místicos / Nível 10 – 1000/MAX.
- Conhecimento – Literatura / Nível 10 – 1000/MAX.
- Conhecimento – Magia Divina / Nível 10 – 1000/MAX.
- Conhecimento – Sobrenatural / Nível 10 – 1000/MAX.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ximeerra
Membros
Membros
Ximeerra

Mensagens : 308
Localização : Rio Grande do Sul

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
5670/6000  (5670/6000)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
570/570  (570/570)

MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   17/01/19, 04:06 pm

Assustada com o frio centrado na área cardíaca do falecido, tera a intuição ajunto do conhecimento que houve uma reação exaltada do corpo do homem. - Esse toque dos espíritos, então é assim que eles tentam nos erradicar, manipulam alguma frieza concentrada e profunda. Esse pessoal aqui...foram todos alvos de um abate gélido contra seus órgãos vitais, e esse aqui foi no coração, obrigou seu corpo a trabalhar de maneira rígida pra combater esse assalto, o que causou essa parada cardíaca aqui. Será que essa geleira...explica o clima frio desse corredor? Se sim, vai servir de sinal pra nós. Huum...uma assunção de giríco, mas o morcegão me parece ter características um tanto vampíricas, será que se ele conseguisse esquentar o próprio sangue, ele teria alguma imunidade contra isso? - Concluindo e ainda questionando para o grupo à sua frente, volta a olhar seu celular para visualizar os resultados e se aproximando devolta para a roda.
   Casos e contos superficiais em massa são encontrados na lista de fontes, levaria a gaúcha para questionar se abster da casca da rede a proporcionaria uma profundidade melhor de informações, porém seu tempo e a situação não requerem tal tentativa arriscada no momento. - Pois é, tem muita ladainha na rede sobre múmias, já esperava que esses gajos fossem muito mais do que babam no estereótipo. De qualquer jeito, obrigadinha, eu vou ter que fazer a minha...quer dizer...a NOSSA...própria informação sobre esses seres, incluindo sobre os espíritos, e as evidências são de cair o queixo! Magnifico trabalho, Daren! - Elogiando a descoberta e explanação de Onúris, o responderia com um beliscão na bochecha, enquanto anotaria palavra por palavra dos dados adquiridos como um diário em seu celular para Onúris.
   - Bom, o pano em si parece que foi uma evidência tão forte quanto a jóia, pelo menos pra você. Como 'cê tem a história atrás da sua cuca, deve ser melhor pra eles. Aliás, até te peço que passe a palavra sobre o que te achar importante do que aconteceu aqui também. Se os dois tiverem celulares, passa pra eles o meu número aqui, se não te incomodar, nunca se sabe pra essa confusão... - Melena se dirige a Onúris com um pedido breve da mensagem, porém com a ausência de uma caneta e papel, ditaria seu número de contato celular.
   - Enquanto o Onú trilha-correio, acho que é melhor nós tentarmos bisolhar outro andar daqui, o de cima é o meu primeiro palpite. Mas o que 'cês acham? E além disso, Carlinhos...como prefere? Ficar sentado aqui, seguir o tio gato veloz e furioso, ou vir com a titia desvendar esses mistérios? Já é irresponsável da minha parte te puxar pro perigo e possíveis traumas, mas eu não te conheço como guri pra saber como você se sente agora. E eu já te disse que vamos ser a sua guarda e voz. - A mulata assim sugere uma nova trilha, esperando mais idéias do caminho olhando para Batman principalmente, até que olha para Carlos, com um rosto sorridente e tom de voz melosa, agacha à sua altura estendendo a mão para o mesmo, clarificando a oportunidade de escolha do espírito perdido.

Ações escreveu:
1. Abordar a causa de morte do falecido.
2. Anotar as informações discutidas dentre a roda no celular.
3. Ditar o número de celular para Onúris.

4. Tentar convencer Carlos a ser um acompanhante/aliado ao lado de Ximeerra. (56 CAR)

Capacidades:
 

Restante. Esquivas.

Habilidades Ativas:
 

Teste de Convencimento à Carlos escreveu:
Ximeerra efetuou 1 lançamento(s) de dados (D100.) :
16
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Edifício Praça da Bandeira (Início)   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Edifício Praça da Bandeira (Início)
Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Praça Central
» Caça a Bandeira
» Praça Central
» Praça Central
» Escombros do Edifício Eclipse

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Multiverso da Fantasia RPG :: Quest's/Eventos/Nações :: Área de Eventos :: Arco 1 :: Edifício Praça da Bandeira-
Ir para: