Somos um Fórum de RPG, focado em D&D, porém com sistema mais aberto. Criação de personagem e raças completamente customizáveis!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Catedral de Carne

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Anuar Mubarak
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 165
Localização : Em qualquer lugar...

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2000/2500  (2000/2500)
HP HP:
264/350  (264/350)
SP SP:
176/190  (176/190)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   11/01/19, 05:13 pm

O plano estava dando certo e finalmente existia um ferimento de verdade em Kupala, um de seus olhos estava danificado, criando assim o que mais queria um ponto fraco em seu inimigo, tanto Dante quando o padre estavam usando um recurso que Clint não iria usar no momento pois não seria efetivo, ataques a longa distância, por isso o mesmo teve que se aproximar e levou um contra ataque do demônio, o golpe foi tão forte que fez o mesmo literalmente voar de volta para a entrava feita por um Anus gigantesco, mas o cenário por ali estava diferente pois tinha bolhas e se desfazendo, o que levou a dedução que fazer os tentáculos com olhos beber o sangue ruim teve seu efeito, além disso o trio que tinha ido para o andar de cima foi para onde eles estava nesse momento, usando seus sentidos aguçados iria ter certeza se eram eles mesmo ali ou um joguete de seus inimigos e iria falar com eles, se levantando dando passagem para o trio passar e tirando as penas ósseas de Kupala e guardando em seu sobre tudo.

- Resumo rápido, o Padre e Dante estão lutando com o demônio Kupala, estamos criando um ponto fraco nele que fica em um de seus olhos, sugiro flanquear e atingir a cabeça da fera... vamos!!!

“ Não sei o que aconteceu la em cima.. mas parece que a diversão esta realmente aqui... quero matar esse demônio o quanto antes.. não posso deixar esse inimigo escapar por nada.. o que sobrar dele será meu kkkkkkkkkkk”

Ainda com muita dor por ter sido arremessa e ter penas ósseas do inimigo pelo corpo só agora Clint iria ver o estranho em que se encontrava, novamente iria usar a estratégia e os seres ao seu favor, quando esse trio atacasse iria na sequência para golpear o demônio, com uma combinação curta de voadora, direto de direita e terminando em um cruzado de esquerda, os socos visando novamente a cabeça, queria ver o pânico no demônio e assim mostrar que ate mesmo demônio tinham medo.


Habilidades Usadas:
 

Vantagens Usadas:
 

capacidades usadas:
 

números de ações de combate:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/watch?v=jX8RTjUUcLE&index=2&list conectado
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 191
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
274/320  (274/320)
SP SP:
75/110  (75/110)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   13/01/19, 12:19 am



Conforme voltávamos para onde estávamos antes e que havia muito sangue como se fosse um rio, agora ali não jazia mais nada, como se tivesse sido drenado ou secado. Conforme nos aproximávamos do outro lugar, a porta parecia estranhamente arrombada, e certamente não era madeira, mas sim carne. Estava todo cheio de bolhas e parecia entrar com decomposição... Algo bem nojento... Assim que olhei pra frente vi Clint caído no chão, ele não parecia ferido, porém sua armadura parecia danificada. -Clint, tudo bem? -Perguntei indo até ele e o vi retirar as... Penas? Parei pra olhar ao redor assim que senti estranheza na pisada. Definitivamente o chão não era chão e tudo ao redor era assustador, como se tivessem sido feitos de seres vivos e aquele sangue todo servia para irrigar aquilo que ainda parecia ter vida. -Eca... -Murmurei olhando de forma perturbada pra aquela catedral. No teto era pior, pessoas estavam sendo empaladas e devoradas vivas por seres feitos de algum músculo liso. -Espera... Isso por acaso seria a Catedral de Carne de Yorak? -Perguntei ainda confuso, mas assustado ao mesmo tempo, afinal quem que estudou Sobrenatural não ouviu falar daquela catedral? Tudo o que indicava era que estava correto em sua afirmação. Olhei pra Clint que se levantava e explicava um breve resumo do que acontecia. -Os outros vampiros estão mortos, só falta esse demônio... Não deveria ser Kitava? -Perguntei, mas Caim havia dito que ele deveria ter mudado de nome... Não era muito diferença de Kitava pra Kupala, mas tentaria lembrar de algo lido sobre esse novo nome e sobre o outro pra tentar achar semelhanças. -Então vamos acabar logo com isso. -Disse sacando a katana enquanto avançava pra onde estava o inimigo, junto com Clint e os outros. Assim que chegasse lá, iria observar o confronto e aproveitar uma brecha para avançar e atacar ele, brandando a katana com velocidade e ferocidade, em dois cortes; um horizontal e outro na diagonal, ambos do lado do olho ferido para que ele não tivesse muita capacidade para desviar ou defender.

Conhecimentos:
 

Vantagens:
 

Habilidade ativa:
 

Ações escreveu:
1ª Ação: Observar ao redor.
2ª Ação: Falar com Clint enquanto pensa sobre os nomes (teste de conhecimento sobrenatural)
3ª Ação: Sacar a katana enquanto se aproxima do local da batalha.
2 Ataques com a katana (1 horizontal e 1 diagonal) visando acertar o lado do olho ferido, já que será difícil dele visualizar o golpe
2 Esquivas

Ataques escreveu:
Masako Sun efetuou 2 lançamento(s) de dados (D10.) :
9 , 6

Esquivas escreveu:
Masako Sun efetuou 2 lançamento(s) de dados (D10.) :
3 , 5

Quem nunca provou o próprio sangue quando se machucava não sabe o que é ser um vampiro.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mirandowisk
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 131
Localização : Brasil

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
1900/2000  (1900/2000)
HP HP:
207/210  (207/210)
SP SP:
290/290  (290/290)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   14/01/19, 12:34 pm

Enquanto deciam, Ubirajara notou que o rio havia secado. Ele foi observando o caminho para ver se encontrava o corpo da moça que se jogou no mesmo, como que se tivesse alguma esperança de ela ainda estar viva. Seguindo com o grupo, foram ao outro lado da bifurcação, chegando a um local horrendo. A porta era como carne putrefacta, se enchendo como que de pus. As bolhas brancas contaminavam toda a porta, e o salão feito de carne interior também começava a apresentar tal aspecto. No chão, Clint estava caído com certas penas fincadas em seu corpo. Por sorte sua armadura o protegeu, porém agora parecia danificada. - Levante-se amigo! Acho que você já encontrou o que estamos procurando! - Diria em incentivo ao colega, confirmando e assentindo com o que ele dissera, ignorando o fato do nome estar diferente. Ao entrar de fato na construção de carne, ficou claro para Ubirajara que se tratava da Catedral de Carne de Yorak. Não tinha tanto conhecimento sobre ela, mas em seus estudos pudera conhecer a aberração afrente. Ele então correu com os outros, e parou ao lado de Crowley e de um estranho. Aquele com certeza era Dante. Notou no inimigo um punhal fincado em seu olho, e decidiu que aquele era um ótimo ponto para disparar seus ataques. Ubirajara se moveu flanqueando o monstro, visando ficar em seu ponto cego, do lado do olho ferido, e então desferiu dois lançamentos na direção do olho.

Complementos:
 

Vantagens:
 

Habilidades Ativas:
 

Capacidades:
 

Ações escreveu:

* Observar a Situação
* Ir até o local
* 2 Ataques Diretos no olho do demônio, estando ao lado de Crowley e Dante
* 2 Esquivas

Ataques escreveu:

Mirandowisk efetuou 2 lançamento(s) de dados (D10.) :
3 , 1

Esquivas escreveu:

Mirandowisk efetuou 2 lançamento(s) de dados (D10.) :
6 , 4
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 923
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
253/260  (253/260)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   14/01/19, 05:38 pm





Em um urro de fúria a criatura à frente faria o chão aos pés de todos tremer, e de longe todos podiam sentir o cheiro de carne queimada. Quando chegassem próximos veriam Dante descarregar um lançador de granadas de Napalm enquanto que Crowley ateava fogo a Kupala, ou Kitava, qualquer que fosse o seu nome. Aquele que atacaria primeiro seria o monstro, emergindo das chamas e com seus quatro braços socou Dante, Dean, Crowley e Ubirajara simultaneamente, arremessando-os contra as paredes de carne da sala. Com uma esfera vermelha formando-se em sua testa Kitava disparou uma rajada vermelha de energia contra Masako, fazendo sua pele arder, como que em chamas. Com suas asas o demônio arremessou suas penas contra Anuar, perfurando seu ombro direito e sua cocha esquerda. Em retaliação Masako investiu com a espada, mas ambos os ataques foram defendidos pelo ferrão que jazia no lugar da genitália do monstro. Aproveitando a distração do oponente Anuar saltou e com um poderoso soco, afundou o crânio do monstro ainda mais, fazendo o punhal transpassar sua nuca. Com precisão cirúrgica, Ubirajara disparou duas vezes sua Javelin, ambas as lanças etéreas foram fincadas no ponto fraco do monstro, e o mesmo começou a urrar enlouquecido de dor. Gradativamente uma maré vermelha de energia foi desfazendo o corpo de Kitava, conforme ele ia sendo devorando pela Javelin do Swara, tornando-se um com ela. A nova javelin era vermelha, com um aspecto cristalino, porém brilhante, como se estivesse viva. Ubirajara podia sentir o poder daquela lança agora, não apenas o poder de Gaia, mas de outro Deus tornava-se parte dela. Masako por dua vez recordava do nome Kupala, que na verdade designava uma Deusa polonesa das ervas, feitiçaria, sexo e do verão. Ela era também a Mãe d'Água, associada às árvores, ervas e flores.


Ubirajara:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anuar Mubarak
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 165
Localização : Em qualquer lugar...

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2000/2500  (2000/2500)
HP HP:
264/350  (264/350)
SP SP:
176/190  (176/190)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   14/01/19, 08:53 pm

Tudo foi rápido, acabando de retirar suas novas armas que seriam as penas ósseas de Kupala, ouvia que Masako mencionava como pergunta sobre o local, ainda citou um nome, Zaki por sua vez estava auxiliando como podia para uma recuperação e logo em seguida todos estavam indo em direção ao inimigo, Clint ainda tentou responder as perguntas de Masako com apenas um aceno de cabeça, depois deveria ter mais tempo para conversar sobre alguma coisa extra, por mais dor que estava sentido não poderia ficar ali parado, foi então que o quinteto usou tudo o que poderia para vencer, todos pareciam empenhados no mesmo resultado, a vitória, mas antes sofreram com os ataques de Kupala, foi difícil mas com os golpes combinados o demônio encontrou seu fim, um combate estratégico, significativo e bastante importante, afinal de contas era um demônio bastante velho e que cuidava da catedral, a lança de Zaki literalmente, uma vitória impressionante de todos porem liderados por Clint que teve apenas alguns momentos de alegrias para não se perder em pensamentos logo veio a dor de mais 2 penas ósseas de seu inimigo, pois iria recolher e retornar ao seu modo furtivo, segurando a dor e caminhando para a saída o mesmo apontava para o local pútrido e mencionava em voz alta.

- Parabéns a todos.. lutamos como uma equipe de verdade.. isso ajudou bastante... mas estamos sem muito tempo pelo visto, Zaki conheço artefatos místicos, este demônio era o verdadeiro dono do local, veja se consegue controlar a catedral para que não desmorone agora já que de certa forma esta em pose do proprietário... Crowley, fale para todos o que acontece ao envenenar o local com aquelas seringas.. irei ver pessoalmente se tem mais inimigos chegando de surpresa.. fiquem atentos e cuidado.. encontro vocês la fora..

Nisso Clint iria sair da linha de visão de todos, indo de certa forma rápida ultrapassado tanto a porta de ossos que o mesmo quebrou e chegando perto de onde foi arremessando antes iria usar um teleporte para a plataforma, a mesma que antes o grupo de dividiu, porem agora iria para a parte de cima, messe momento iria voltar a ser furtivo e averiguar o local com mais atenção, usando seus sentidos aguçados de forma plena e não por partes como estava fazendo embaixo, queria ter certeza se ali ainda era o templo de carne ou não ou se era apenas uma parte do disfarce, porem como poderia acontecer outras coisas um certo cuidado era tomado, certas ações para não ser pego desprevenido ou servir de bode expiatório, como sempre desconfiado precisava de mais respostas para agir por ali, tudo com muita atenção e foco, as dores iriam passar ao se regenerar, o caminhar ficaria melhor assim como as movimentações dos ombros, só precisava de um pouco mais de tempo para tal, sendo assim o futuro era incerto demais.

"Por que não tem nada aqui sendo que é aqui que começaram a mostrar algo?? tem algo muito errado por aqui.. primeiro que essa catedral nem deveria esta aqui.. esse demônio era poderoso sim.. sera que tem mais coisas la em cima.. ???"

Habilidades Usadas:
 

Vantagens Usadas:
 

capacidades usadas:
 

números de ações de combate:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/watch?v=jX8RTjUUcLE&index=2&list conectado
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 191
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
274/320  (274/320)
SP SP:
75/110  (75/110)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   14/01/19, 09:54 pm



Assim que me aproximava do local da batalha, alguém urrou tão alto que o chão estremeceu. Assim que cheguei mais próximo, vi um cara de sobretudo vermelho com um lançador de granadas e o "padre" lançando bolas de fogo no inimigo. Por mais que tentasse ser mais rápido, o monstro conseguiu nos atacar primeiro, saindo das chamas e acertando socos no desconhecido, Crowley e Zaki os arremessando contra uma parede. Talvez olhar pra eles não tenha sido uma boa ideia, já que uma energia vermelha chegou rapidamente em mim, me acertando em cheio. -Aaaaaaaa! - Droga... Parece fogo, minha pele arde... Pra minha sorte ele parou com aquilo e voltou sua atenção pra Clint, o acertando novamente com as penas. Aproveitei de sua distração pra atacar o inimigo, porém não esperava que fosse defendido por algo rijo que parentava ser um ferrão, mas que saia de onde deveria ser sua região intima. Aquilo tudo era nojento de mais, porém meu ataque deu brecha pra Clint acertar seus golpes e em seguida Zaki com sua Javelin perfurou mais ele, no ponto fraco. Assustadoramente a arma de Zaki começou a absorver Kitava, como se o devorasse enquanto sua aparência mudava. Conforme tudo aquilo acontecia, me lembrava de onde tinha visto aquela nome... Ela era a Deusa polonesa, de bem aparentemente. O que ela faria ali? Eu precisava descansar pra recuperar energia, sabia que esgotar de mais poderia ser muito ruim, tanto pra mim quanto pros presentes, então guardei a espada. -Peço licença a vocês. -Falei em respeito enquanto levava o pulso na boca e o mordia pra beber meu próprio sangue para que manter a "fera" sob controle e recuperar força. Dessa forma poderia me manter caso precisasse voltar a lutar.

Conhecimentos:
 

Vantagens:
 

Habilidade ativa:
 

Ações escreveu:
1ª Ação: - Foco Interno: (Duração/Efeito) Rank F
Resistir à Besta ao custo do próprio Sangue, pois o Frenesi pode trazer a desonra. Os Bushi podem converter sua Vitae em uma energia poderosa, capaz de suprimir a Besta.
Bônus: +15 SP +1 SP por ação.
Custo: -15 HP -1 HP por ação.
Restante Esquivas e contra-ataque caso dê.

Esquivas escreveu:
Masako Sun efetuou 6 lançamento(s) de dados (D10.) :
10 , 2 , 10 , 5 , 8 , 1

Quem nunca provou o próprio sangue quando se machucava não sabe o que é ser um vampiro.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mirandowisk
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 131
Localização : Brasil

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
1900/2000  (1900/2000)
HP HP:
207/210  (207/210)
SP SP:
290/290  (290/290)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   15/01/19, 12:37 pm

Ubirajara correu até o local da batalha com ferocidade. Suas pernas, então, começaram a tremer com o chão, diante do urro de Kitava. Chegando ali, ele viu o Padre ateando fogo no ar e lançando contra o monstro e um outro de sobretudo disparando diversas bombas no adversário. Quando Ubirajara se aproximou dos dois atacantes, Kupala atacou-os com uma série de socos, o que fez o Swara voar até a parede. Por segundos ele não viu mais nada. E então, recuperando-se, viu Masako e Clint investirem contra o ser, que metamorfoseou um ferrão de sua região íntima. A defesa dos golpes de Masako abriu uma brecha para que Clint atingisse o monstro e então Ubirajara viu a janela que precisava: desatenção. Seus arremessos foram precisos, atingindo o olho da criatura. Seu segundo arremesso não permitiu a Javelin abençoada de voltar à sua mão. Pelo contrário, ela ficou fincada no crânio da entidade maligna, que começou a ser absorvida pela lança. A coloração da arma mudou, não era mais verde, mas sim vermelha. Ubirajara correu até o local, ainda se recuperando do ataque da besta, apanhou a lança e percebeu do que se tratava aquilo: a alma de outro deus estava naquela lança. Ele podia sentir a presença concomitante dos dois seres poderosos nela, e viu que sua força era maior que antes. - Então Gaia fez justiça! Obrigado, mãe de todos, obrigado pelo seu poder ter nos auxiliado. - Diria com seus olhos fechados. "O que aconteceu aqui? Gaia não iria conviver com um ser tão horrendo... eu acho..... Algo está estranho...!"
Ubirajara então, em posse da nova arma, ouviu Clint desconfiar que tudo estava acabado, e sugerir o controle da catedral de carne. Ele então, aderindo à sugestão, brandiu a lança, ordenando que a catedral se mantivesse de pé. Não sabia como controlar aquilo, então tentou contato com o plano espiritual em busca de informações e caminhos a seguir com aquele novo ente presente na Javelin. Seguiria a resposta dos espíritos, ou até mesmo a do próprio Kitava, caso ele respondesse. Então, vendo que Clint correu para o outro lado, Ubirajara pensou se aquilo tudo podia ser uma distração. "Onde está todo aquele sangue? Não vimos a fonte dele... Acho que Clint está buscando algo que deveriamos todos buscar juntos..."
Ele então, virou-se para os outros. - Crowley, era só isso? Pode parecer que estou questionando o tamanho de tudo que ocorreu, mas, parece que Clint pensa existir mais alguma coisa. Dean, de onde vinha todo aquele sangue? Não chegamos até a fonte! Onde está o líder dos vampiros daqui? Acredito que não era esse monstro. Será que... - Se interromperia ao pensar em Caim. "Uma armadilha para matar o próprio irmão? Caim teria coragem de aniquilar sua própria família?" - Pensou.
Então, Masako se sentou e pediu licença aos presentes para aparentemente tomar seu próprio sangue. Ubirajara olhou-o por alguns instante com afinidade, e logo voltou a falar. - Precisamos ir até onde Clint está indo. Se ele encontrar algo capaz de matá-lo... É melhor estarmos juntos! - Diria e correria até onde Clint foi, saindo do local que morria.

Complementos:
 

Habilidades Ativas:
 

Vantagens:
 

Capacidades:
 

Ações escreveu:

1 - Tentar contato com os espíritos ou entidades e controlar a catedral de carne para que não desmoronasse, pelo menos até que todos saíssem dela. Tentar entender o funcionamento da nova arma com a Gnose, bem como do que ela controlava na Catedral de Carne
* Restante Esquiva e Contra-Ataque.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 923
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
253/260  (253/260)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   15/01/19, 06:03 pm



Anuar escreveu:
Clint utilizou de seu teleporte logo que passava adiante o corredor de carne, desaparecendo completamente da visão de Ubirajara, deixando todos para trás. Uma vez na plataforma de pedra, o necromorfo veria algo bem diferente, veria o rio de sangue e as canaletas completamente vazias, e jogada ao fundo desacordada estava a vampira do grupo, Shanoa, ainda melada de sangue dos pés à cabeça, dormindo quase que em posição fetal. Subindo mais ele passaria pela escadaria no andar seguinte uma porta escancarada, ilustrada com uma mulher numa biga puxada por dois bois e uma espécie de anjo. Seria fácil para ele reconhecer aquela figura, seria a Deusa Luna da mitologia romana. O corredor estava vazio, até que ele notaria cinzas ao chão e cheiro de sangue, este com certeza de Ubirajara, e uma mancha espalhada na parede. Assim que decidisse passar pela porta, veria um grande salão com piso de mármore negro, decorado em outro e com diversas máquinas de tortura, uma mais insana que a outra e em cada uma delas jazia alguém nu e morto. Algumas tinham mulheres, outras homens, idosos, crianças, até mesmo animais. Todo tipo de cadáver deformado e dilacerado pelas mais variadas torturas estavam ali, algo que poderia facilmente explicar a origem de todo o sangue que circulava ali. Atém disso haviam várias pilhas de cinzas ao chão, pouco mais de trinta.


Local de Postagem


Ubirajara escreveu:


Ubirajara tentaria uma manobra de controle sobre a Catedral que apodrecia devido ao uso do sangue morto com verbena, como explicaria Crowley brevemente, porém ao fazer isso entraria numa espécie de transe. Ele podia sentir o tremendo poder que a lança exercia sob a catedral e com isso conseguiria retardar brevemente a deterioração, entretanto com isso ele sentiria-se muito cansado, precisando de um bom tempo para recobrar as energias, além disso teria certeza de que a catedral de carne não resistiria por mais que vinte minutos a partir dali, mesmo com o que fizera. Em contrapartida ele não conseguiria mover-se atrás de Clint como pensara antes, e este estaria longe de seu campo de visão, como que tivesse desaparecido. - Se querem ir atrás dele podem ir, eu ainda preciso que alguém tire as proteções para que eu possa entrar na parte administrativa. - Avisaria Crowley. - Eu voto por sairmos daqui, não sobrou nada pra mim matar... - Resmungaria Dean indo na mesma direção para onde Clint desapareceu.


Masako escreveu:
Masako veria e ouviria tudo o que diziam, e agora utilizava uma de suas disciplinas, para conter sua Sede, e assim aplacar a Besta. Entretanto ele sentiria-se numa espécie de transe também, porém diferente de Ubirajara, não tinha a ver com a catedral, mas com Caim. - "Quero falar com você, meu filho..." - A voz do primeiro vampiro ecoaria em sua mente, chamando-lhe, e o jovem vampiro poderia ter certeza de que a presença dele estava acima, onde jazia um buraco enorme do teto, onde abaixo estava uma pilha de escombros. Instintivamente Masako olharia para cima, e o rapaz de sobretudo vermelho, o tal Dante, se aproximaria apoiando o lança granadas em seu ombro direito. - Interessado lá em cima? - Indagaria ele com um sorriso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Masako Sun
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 191
Localização : Japão

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2120/2500  (2120/2500)
HP HP:
274/320  (274/320)
SP SP:
75/110  (75/110)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   15/01/19, 09:41 pm



Enquanto tomava meu próprio sangue, pensava no que Zaki falara, sobre o sangue, a fonte, o líder, e parar de falar repentinamente, me fazendo olhá-lo enquanto sentia meu sangue invadir minha boca. Ele olhou pra mim de um jeito que não pude entender bem, parecia algum tipo de empatia. Não prestei mais atenção no que ele fazia, só fiquei concentrado no que fazia até perceber que estava em um tipo de transe e eu sentia ter a ver com Caim. Não demorou pra sua voz ecoar em minha cabeça, mas além disso, sua presença vinha de um lugar bem preciso... De cima. Tirei o pulso da boca e olhei pra cima, mais precisamente pro buraco no teto ainda concentrado. Nesse instante o rapaz de sobretudo veio até mim e perguntou-me de meu interesse, e voltei a fita-lo. -Sim. Sou Masako. -Respondi diretamente me apresentando enquanto observava os escombros no chão. -Posso procurar pelos selos lá em cima, é bom ficarem por aqui pra proteger Zaki caso algo ataque. Ele parece cansado... Como subirei lá? Você conseguiria me lançar lá em cima? -Não custava perguntar, ele parecia forte e aquele buraco seria o caminho mais rápido pra subir.

Conhecimentos:
 

Vantagens:
 

Habilidade ativa:
 

Ações escreveu:
1ª Ação: Observar o buraco.
2ª Ação: Tentar encontrar um meio de subir caso Dante não ajude.

5 Esquivas possível contra-ataque

Esquivas escreveu:
Masako Sun efetuou 5 lançamento(s) de dados (D10.) :
5 , 5 , 4 , 6 , 2

Teste de rastreamento escreveu:
+15 de bônus

Masako Sun efetuou 1 lançamento(s) de dados (D100.) :
43

Quem nunca provou o próprio sangue quando se machucava não sabe o que é ser um vampiro.




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mirandowisk
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 131
Localização : Brasil

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
1900/2000  (1900/2000)
HP HP:
207/210  (207/210)
SP SP:
290/290  (290/290)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   16/01/19, 07:32 pm

Ubirajara conseguiu perceber a energia da nova arma e a sua ligação com a catedral, mas ao mesmo tempo teve suas energias esgotadas. Respirando fundo, ele se sentou e fechou seus olhos. Tudo o que ele sugerira ficou em um passado quase que remoto em sua mente, parecendo não ter tido mais aquelas ideias. Tentaria repor suas energias e voltar sua consciência à realidade, já que a energia espiritual gasta foi imensa. Ao se recompor, ele olharia os que estavam ao redor e se apresentaria ao rapaz, aquele que supostamente era Dante. - Olá! Meu nome é Zaki Ukuthula... (um suspiro de cansaço) mas pode me chamar de Ubirajara! - Sorriria cordialmente, mostrando suas presas. Ele então se levantou, ainda sentindo os efeitos do evento anterior, e observou a catedral ao redor. Parou para refletir nos nomes e aparência do demônio que agora habitava a lança junto com Gaia, tentando encontrar em sua mente algo que explicasse algo que aconteceu ali. Em seguida, olharia para o grupo. - Creio que a estrutura desabara em menos de 15 minutos. Precisamos sair logo dela para não sermos soterrados. - Calculou em sua cabeça o tempo que ficou desacordado. Olhou para Masako, enquanto ele conversava com Dante. - Tente ser rápido, não sei se o local onde quer ir ficará de pé por mais tempo que isso... - Diria sério.
Então, ele se virou para onde Dean se dirigia, visando sair do local que estava envenenado, devagar, tentando manter-se em pé. No caminho procuraria os tais selos que impediam Crowley de entrar, e estaria ainda tentando se defender da algum possível ataque.

Complementos escreveu:

* +3 HP/SP por ação (Racial)
* -3 SP por turno (Desvantagem)
* +7 em testes de velocidade (Habilidade)
* +15 BDP em ataques de longa distância (Capacidade)
* +7 REF em Combate (Capacidade)
* Garante escapismo, ou +10 de bônus em caso de magia e tecnologia (Capacidade)
* No último golpe corpóreo do post lança o oponente 3 espaços para traz e o faz perder 3 ações (Capacidade)
* Garante acerto na primeira ação do post (Capacidade)
* Impede obstáculos para atacar ou fugir (Capacidade)

Conhecimentos escreveu:

* Prática Esportiva – Tiro ao Alvo
* Conhecimento - Sobrenatural
* Conhecimento - Armas de Longa Distância
* Conhecimento - Defesa Pessoal
* Conhecimento - Línguas
* Arma de Longa Distância – Javelin

Vantagens escreveu:

* Instintos Selvagens
* Gnose
* Espírito Inabalável
* Pés de Veludo

Habilidade Ativa escreveu:

* Sokto: (Duração/Efeito) Rank F Breaker
Essa forma ancestral invoca a herança felina do homem-gato em uma mistura selvagem e persuasiva. Um Sokto Bastet tem músculos flexíveis, membros alongados, vestígios de bigodes nas maças do rosto angulosas e incisivos longos, semelhantes a presas. Seus olhos crescem e suas pupilas se estreitam. Suas orelhas esticam e seu cabelo se incandesce selvagemente e assume a forma de marcas felinas, enquanto pequenas garras se estendem da ponta de seus dedos a seu comando. Nesta forma, o Bastet se torna cativantemente exótico, e ainda assim humano de maneira perturbadora.
Efeito: Transformação Física.
Bônus: +10 BDA/BDM/BDP (apenas um por ativação) / +10 DEQ.
Malus: Ocupa espaço de duas habilidades.
Custo: 20 SP + 1 SP por turno.

Ações escreveu:

* 1 para se recuperar e levantar
* 1 para analisar o conhecimento sobre o demônio
* 1 para encontrar e destruir algum selo
* 3 esquivas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 923
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
253/260  (253/260)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   16/01/19, 09:24 pm



- São umas figuras vocês, ok garoto, vamos lá pra cima, mas tem uma maneira melhor... - Diria Dante após as falas de ambos, pegando de seu sobre-tudo uma pistola estranha e a entregando para Masako. Ela parecia uma peça de alta tecnologia e tinha um gancho na ponta. - Já aviso, não sobrou muito pra brincar por lá. - Continuou Dante pegando outra pistola daquelas, mas esta eme apontou para o buraco no teto e disparou, porém ela não disparou um projétil, mas sim o gancho preso a um cabo de aço. - Te vejo lá em cima! - Exclamou apertando o botão do gatilho novamente e uma bobina ativou na arma, praticamente lançando Dante para cima. - Vejo vocês crianças lá em cima, preciso tirar água do joelho. - Crowley então desapareceria como de costume e Ubirajara poderia seguir sozinho, enquanto que por impulso, Masako iria preferir usar a arma e seguir Dante. Enquanto caminhava solo, Ubirajara encontraria Shanoa, ela estava caída no fundo do tanque de sangue agora completamente vazio, deitada de lado, e completamente encharcada de sangue.




Local de Postagem (Masako)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mirandowisk
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 131
Localização : Brasil

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
1900/2000  (1900/2000)
HP HP:
207/210  (207/210)
SP SP:
290/290  (290/290)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   Ontem à(s) 03:53 pm

Ubirajara estava andando cambaleante, saindo do estomago gigantesco. Olhando para trás, percebeu que todos tinha se separado. Dando de ombros, ele virou-se para o caminho da bifurcação e subiu. No caminho ele pôde ver o corpo de Shanoa no chão onde antes passava o rio de sangue. Ele desceu até ela de forma segura e pegou-a no colo. Subindo até a bifurcação com ela e colocando-a no solo, tentou utilizar o poder da nova lança para interagir com o corpo da falecida, tentando descobrir mais coisas sobre a nova arma. Após isto, conforme sua duvida fosse sanada, ele encomendaria o corpo dela com um rito simples. - Ana m aja aja gi mma ka ndi chi anyi nabata gi (encomendo sua alma para que seja acolhida pelos deuses) - Pegaria o corpo e o levaria para fora, onde faria uma cova simples para enterrá-lo. Após isto, observaria o local de fora, tanto de onde vieram no inicio como a estrutura da catedral, se estava comprometida ou parecia intacta. Procuraria algum caminho alternativo para seguir dali, buscando vasculhar mais a catedral.

Complementos:
 

Conhecimentos:
 

Vantagens:
 

Habilidade Ativa:
 

Ações:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onúris
Boss
Boss
avatar

Mensagens : 923
Localização : Wakanda

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
6020/6500  (6020/6500)
HP HP:
360/360  (360/360)
SP SP:
253/260  (253/260)

MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   Ontem à(s) 10:57 pm



A profundidade do reservatório forçou Ubirajara a dar um salto poderoso na volta, algo que exigiu ainda mais de seu corpo que ainda recuperava-se do baque do uso da arma. Entretanto com a moça em seus braços ele tentou mais uma vez usar a Abatedora de Deuses. Entretanto isso não provocou nada, não houve reação alguma por parte da lança, nem pela moça, e assim o Swara prosseguiu com ela. Quando estivesse com ela lá fora, onde estava o carro de Dean, a moça demonstraria sinal de vida, pousada ao chão. Seus olhos moviam-se rapidamente como que sonhando, e ela pareceria sofrer de algum mal, fazendo feições de sofrimento com os olhos ainda fechados. - Ela está viva, gênio... - Diria Dean recostado ao carro e bebendo uma cerveja no gargalo. - Por que fazes isso meu mestre?? - Indagaria a moça fazendo movimentos como se tentasse defender-se de algo, ou alguém, chegando a se debater, ainda como que num pesadelo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Catedral de Carne   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Catedral de Carne
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Catedral de Notre-Dame
» [Resolvido]Catedral de Zaltar
» Baía dos Pescadores
» [FICHA]Sasori
» Em grande desvantagem

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Multiverso da Fantasia RPG :: Quest's/Eventos/Nações :: Área de Eventos :: Arco 1 :: Catedral da Sé-
Ir para: