Somos um Fórum de RPG, focado em D&D, porém com sistema mais aberto. Criação de personagem e raças completamente customizáveis!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Raça - Reerguido

Ir em baixo 
AutorMensagem
mestrej
Membros
Membros
avatar

Mensagens : 152

Ficha do Personagem
Experiência Experiência:
2050/2500  (2050/2500)
HP HP:
120/120  (120/120)
SP SP:
201/210  (201/210)

MensagemAssunto: Raça - Reerguido   30/08/18, 10:37 pm

Reerguido


Aparência e Descrição da Raça


Os Reerguidos são uma raça obsessiva. Assim como as Aparições são alimentadas por Paixões mais fortes do que qualquer vivo possa compreender, os Reerguidos são acometidos por Paixões intensas até mesmo para algumas Aparições. Para resolver os problemas que os atormentam, os Reerguidos assumem riscos que até os Malditos mais enlouquecidos achariam ser loucura. Eles surgem quando uma Aparição deseja Reerguer, tornando-se mais unido à Sombra, e assim voltando ao mundo dos vivos.

Esses seres, também conhecidos como, Mortos que Caminham. Aparições que necessitam agir, fazer, não se satisfazem no vazio distante dos Pós-vida, são almas que resolveram fazer um pacto com sua Sombra para voltar ao seu corpo. Alguns querem a chance de tocar e sentir o mundo físico novamente, mas logo todos descobrem o quão afastados eles ficaram de tudo. Se ser um Reerguido é renascer, então o resultado é permanecer vivo.

Os Reerguidos não são zumbis no sentido pleno da palavra. Ao contrário, são como ressurrectos no sentido clássico, procurando por vingança, amor ou uma miríade de outras emoções fortes o suficiente para tirá-los do túmulo. Esses seres não são mortos-vivos descarnados, muitas vezes se passam por humanos e até mesmo por outros seres sobrenaturais. Muitos falam normalmente ao invés de sussurrarem aquela voz tumular, e os únicos que usam trajes maltrapilhos ou habitam em cemitérios e criptas, o fazem por estilo. Eles podem surgir de qualquer alma perturbada, mas diferente de lendas e mitos, precisam de uma grande força para isso, estando sempre obsessos e próximos ao limiar da insanidade, não são desencarnados, mas também não são mortais, eles são o que são, Reerguidos.



Vantagens Raciais:

- Segredo da Morte: Não há maneira normal de lhe matar, ou ao menos assim parece, seu corpo é imortal e prevalece não importando o dano que lhe seja infligido. Numa existência pós-vida ressurgida, você permanece intangível pelo tempo e pela morte, ao menos para aqueles que desconhecem o seu segredo.

- Arcanoi da Necromancia Inata: Todos os Reerguidos podem aprender algumas habilidades sobrenaturais, em especial uma forma básica de Necromancia. Diferente do que normalmente ocorre para esta prática, o usuário não manipula outros mortos, mas a si mesmo, tornando-se uma verdadeira arma viva. O Reerguido ganha uma habilidade ramificada, sem o custo extra de 15 SP, esta sendo baseada na manipulação de seu corpo e da Sombra.

- Estômago Inerte: Os Reerguidos não precisam comer nem beber para manter sua pós-vida, como se eles fossem supridos pela sua própria energia sombria. Isso no entanto, não impede que eles sintam desejos como os de um glutão, afinal por serem Almas Ressurgidas, eles estão passivos de pecados como a Gula.

- Memória Eterna: Você possui uma memória fora de série. Isso pode ser algo que era seu enquanto vivo ou algo que se tornou parte de você com a sua primeira morte, porém uma vez de volta ao mundo dos vivos sua mente se torna reavivada e cheia de lembranças. Permite que você lembre com perfeição de tudo que passou em vida, até mesmo coisas que havia esquecido, além de lembrar também de novas informações, odores e visões.

- Sentidos Aguçados: Como todas as Aparições são hipersensíveis a informações sensoriais, assim também são os Reerguidos. Uma aparição pode ouvir um sussurro a um quarteirão de distância ou ler a placa de um automóvel em alta velocidade. Garante +2 no Nivelador de Precisão, bem como +15 em testes de rastreamento.

Desvantagens Raciais:

- Segredo Revelado: O objeto que o liga ao mundo dos vivos não é seu corpo, mas a sua âncora, seus Grilhões. Enquanto atacarem ao seu corpo revivido não há problema, porém ao atacarem seu Grilhão, seja ela qual for, você receberá dano dobrado, e caso este seja destruído, você irá ter a morte final, cessando sua existência.

- Mutilação Cadavérica: Você não morre por ferimentos que seriam fatais, mas esses ferimentos continuam a persistir em seu corpo. Sendo assim qualquer ferida, seja profunda ou leve, enquanto não curada, será visível e portanto irá secretar fluídos corporais como se você fosse um cadáver ainda em decomposição. Isso provoca além do mal cheiro, o claro desconforto visual dos demais. Acima de tudo, todos os ferimentos que resultaram em sua primeira morte e que não foram devidamente tratados estarão presentes, e também secretarão fluídos. Enquanto estiver ferido, quem narrar poderá dar ao Ressurgido um redutor em testes que envolvam Relacionamento e Furtividade.

- Conflito Pós-morte: O maior inimigo de um Ressurgido é sua Sombra, a epítome de tudo que ele suprime, odeia e teme sobre si mesmo. Depois que você morre não há onde se esconder deste aspecto de si mesmo. Da mesma forma que os fantasmas estão presos do outro lado da vida, eles estão, de muitas maneiras presos dentro de suas próprias cabeças. O Ressurgido não pode escapar da Sombra, na verdade, já é tarde demais. Cada Sombra deve ter uma natureza distinta, elas não são meramente anjos maus sobre os ombros de suas psiquês, mas a soma de tudo o que é mais aterrorizante na alma do personagem. As Sombras devem ter profundidade, complexidade e motivação. A Sombra não é uma mera personalidade alternativa da Aparição; ela é o vilão mais memorável que reside dentro dos medos do herói. Uma vez Reerguido, o morto usa a energia sombria para existir e portando a sombra esta inerente a ele, simbiótica, interligada completamente, quase como uma força da natureza que assume o controle de seu corpo em situações de estresse e emoções fortes.

- Paixões: As Aparições são criaturas passionais, e como tais, precisam de razões para existir além da morte. Cada Paixão consiste da declaração de um objetivo consistente (ex.: proteger minha filha, vingar minha morte, etc.) seguida, em parênteses, pela emoção a que isso corresponde (ex.: Amor, Raiva, etc.). Isso atua como uma obrigatoriedade narrativa e deve ser seguida à risca pelo personagem. Sem uma ou mais Paixões o Ressurgido não pode sustentar a permanência em seu corpo físico, porém sua outra metade assume o comando, passando a ser uma Cria Sombria.

- Grilhões: Os Grilhões são as pessoas, locais e coisas que o prendem ao mundo real. Eles são suas conexões mais fortes à sua vida mortal, e o prendem às Regiões Sombrias até que você seja capaz de resolvê-los. Representando as pessoas, locais e coisas com as quais (ou com quem) você tem assuntos inacabados, os Grilhões da Aparição deverão ser listados, da mesma maneira que as Paixões. Porém, ao contrário destas, os Grilhões são objetos tangíveis, materiais. Os Grilhões e as Paixões podem ser relacionadas, apesar de não precisarem ser. Por exemplo, você pode ter um Anel de Noivado como um de seus Grilhões e uma Paixão para Vingar as mortes de sua noiva e a sua própria. Isso atua como uma obrigatoriedade narrativa e deve ser seguida à risca pelo personagem. Sem um ou mais Grilhões o Ressurgido não pode sustentar a permanência em seu corpo físico, voltando a ser uma Aparição e então seguindo ao paraíso, ou ao inferno.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Raça - Reerguido
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Multiverso da Fantasia RPG :: Geral :: Criações-
Ir para: